Post 610 – Tio Chico Informa nº 231 – Insuficiente tentativa de justificação sobre os inúmeros argumentos apontados pelo Tio Chico a respeito e contra o OFB – Ainda aguardando respostas e comentários dos defensores e simpatizantes do OFB – Data: 21/01/19

Tio Chico Informa nº 231

Insuficiente tentativa de justificação sobre os inúmeros argumentos apontados pelo Tio Chico a respeito e contra o OFB

Ainda aguardando respostas e comentários dos defensores e simpatizantes do OFB 

Nota: envio todos os meus artigos há anos para meu listão de emails de criadores de FB e de “filas-mestiços”, juízes e clubes. Neste listão estão incluídos  o endereço eletrônico dos dois únicos defensores que conheço deste novo tipo canino. Aliás, é muito fácil estas duas pessoas se comunicarem comigo ou me responderem pois há décadas possuem meu email.

Amigos e amigas do CAFIB e do Fila Brasileiro (FB),

Os mentores da nova tese do novo tipo canino intitulado OFB, apesar de ainda não terem contra-argumentado nenhuma das perguntas que fiz questionando a origem e a existência do OFB, alegaram recentemente que um determinado cão adogado, isto é, com características de Dogue Alemão, conseguiu obter seu registro no CAFIB décadas atrás e que este mesmo cão (vide foto logo abaixo) teria “…proporcionando espetáculo de trabalho em um curral em Teófilo Otoni…”.

1 - a - 7 - ofb tipo dogue

Apesar de desconhecer sobre estas afirmações, as aceito como sendo verdadeiras, passando a comenta-las: 

(i) Muitos foram os cães de qualidade apenas REGULAR que foram aprovados nas AFT do CAFIB. Este clube, principalmente no seu início, durante a formação do seu plantel, sempre deu oportunidade para que estes cães comprovassem na pratica por meio de sucessivos acasalamentos, sempre com rigoroso controle e ao longo de muitos anos, que poderiam transmitir boas características de FB para os seus descendentes. Mas o CAFIB recomenda há anos que estes cães aprovados na Qualificação Regular sejam acasalados com cães de Qualificação Muito Bom, a fim de aprimorar o correto fenótipo e/ou temperamento de sua prole.

Muita gente não lê, não estuda e, por isto, não conhece a Filosofia de Criação do CAFIB.

Sendo assim, me parece que os mentores do OFB continuaram apenas com seus cães de qualidade apenas Regular ao longo destes tantos anos ou décadas, enquanto que os membros do CAFIB progrediram em suas criações e no aprimoramento do Fila Puro e longe da mestiçagem.  Isto é, estes criadores “regulares” continuaram com um fenótipo distante do Verdadeiro Fila Brasileiro PURO.

Vejam no conjunto de fotos logo abaixo alguns representantes do novo tipo canino chamado de OFB:

1 - a -15 - vários ofb

Vejam no conjunto de fotos logo abaixo alguns representantes do Fila CAFIB:

screenhunter 165

screenhunter 166

Afinal, que tipo canino voce prefere ? O OFB ou o Fila CAFIB ?

Como tenho escrito, receio muito que pessoas que não conseguem criar Filas Verdadeiramente Puros, como os que são registrados há 40 anos no CAFIB e tem receio de submeter seus cães às AFT (*) e expor seus cães em Expos do CAFIB, passaram então a inventar novos tipos caninos, causos, modas e teses sem nenhuma comprovação nem teórica nem prática… Outros não tem espírito coletivo e tem receio de se associar a um clube onde TODOS tem que seguir seus Regulamentos e Filosofia de Criação.

(*) Entendam do que se trata a Análise de Fenótipo do CAFIB (AFT) lendo o magistral artigo do nosso presidente, Americo Cardoso, datado  de 1994 clicando em http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/fila_brasileiro-cachorro.html  ).

O problema é que pessoas ingênuas, tolas, relapsas e displicentes não leem, não estudam, mas palpitam… principalmente nos Facebooks…

(ii) Muitos cães de diversas raças e até nosso querido e estimado vira-lata lidam com maestria com o gado devido ao seu talento, instinto e treino. Não só no curral, mas também no pasto e no campo. Como comentou comigo um fazendeiro e criador de FB e membro muito antigo do CAFIB: “alguns cães, adogados ou não, infelizmente chegam a morder a orelha do boi, ocasionando um ferimento com sangramento, sendo este um dos motivos que levaram uma minoria de fazendeiros a ainda se utilizarem de cães boiadeiros”. De qualquer maneira agradecemos a Minas Gerais por manter viva esta tradição tão importante na cultura do Brasil e do FB, apesar da motorização do campo tê-la substituída em grande parte no resto do Brasil, onde motos, quadriciclos e até helicópteros tem sido usado para a movimentação do gado.

Logo, concluísse que ter aptidão para lidar com o gado não faz de nenhum cachorro, muito menos adogado, um Verdadeiro Cão de Fila Brasileiro.

 

                                  Da minha parte continuarei aguardando a contra argumentação e comentários dos mentores do OFB sobre as perguntas elencadas nos meus últimos artigos e que seguem mais uma vez abaixo. Caso contrário, a troca de ideias e discussão que pretendo seja mantido em alto nível e sem criar inimizades tolas, não prolifera. Estamos discutindo sobre cães; não sobre pessoas, amizades e relacionamentos !!! Vamos discutir conceitos e não pessoas. Por favor, parem de levar assuntos sobre cães para o lado pessoal !!! Ninguém quer difamar nada, muito menos o OFB, mas sim apenas defender pontos de vista diferentes e cobrar respostas às perguntas ainda não respondidas. É assim que um debate sério no campos das ideias deve acontecer. Não adianta também apelar para a “religiosidade”, seitas, etc… Aliás, quem sempre usou este falso argumento contra o CAFIB foram alguns criadores de “filas” do CBKC-FCI décadas atrás e sem nenhum sucesso. Logo, os defensores do OFB devem cuidar melhor de suas companhias e argumentos. Então, por favor, vamos debater sempre de forma educada e com argumentos sólidos e comprovados. Isto é, sem a recente baixaria postada no Brasil e no exterior em Facebooks. Vamos manter a linha com argumentos e educação. Afinal, o FB merece !!!

Seguem as perguntas recentemente elencadas pelo Tio Chico e que ainda aguardam resposta e comentários dos dois defensores do OFB que conheço:

1. Desde o início do CAFIB o próprio Dr. Paulo Santos Cruz reprovou o fenótipo recentemente apresentado da nova tese do novo tipo canino  intitulado OFB (vide muitas fotos de cães REPROVADOS na AFT do CAFIB, cujo  fenótipo se assemelham ao do OFB em https://filabrasileirochicopeltierblog.wordpress.com/2019/01/18/post-608-uncle-chico-newsletter-230-the-misuse-of-the-photo-of-the-mastodon-fila-orixa-which-was-never-from-parnapuan-kennel-breeding-about-the-fake-filas-photos/ e em https://filabrasileirochicopeltierblog.wordpress.com/2016/05/09/post-n-362-perguntem-ao-tio-chico-no-131-o-inicio-da-formacao-do-plantel-cafib-quase-40-anos-atras-demonstrado-via-fotos-das-primeiras-afts-o-trabalho-unico-de-recuperacao-e-apr/ ). Então, por que os inventores do OFB ainda insistem em tentam usar e se apegam ao reconhecido e respeitado nome do Dr. Paulo ?

2. Os cães da Península Ibérica que seriam, segundo o mentor do OFB, a origem do FB possuíam TODOS cabeça triangular. Como então explicar sua contribuição na cabeça braquicéfala, grande, pesada e molossóide do FB ?

3. Não existe nenhuma prova de que estes cães ibéricos tenham sido embarcados, viajado em caravelas por 3 meses e, de fato, chegado ao Brasil. Seria possivel discordar desta afirmação do Tio Chico apresentando dados históricos comprovados e não meras suposições superficiais que mais lembram as capengas teses de Procópio do Valle e João Batista Gomes ?

4. Se todo o conhecimento do Dr. Paulo foi consolidado no CAFIB a partir de 1978, por que tentar insistir e se reportar ao escritos do Dr. Paulo nas décadas de 50/60 e ao primeiro padrão do FB do BKC/KCP quando ele era ainda jovem e se iniciava na criação do FB ?

5. O FB não merece correr mais uma vez o risco de ser divido em outros fenótipos. Por que os defensores do OFB insistem nesta divisão ?

6. O FB já foi resgatado pelo CAFIB há 40 anos. Por que tentar inventar um novo e desconhecido caminho para o que já foi construído corretamente e com sucesso ? Seria receio de se associar ao CAFIB e ter que seguir regras aos quais todos os diretores, juízes e sócios se submetem ?  Seria receio de ter seus cães reprovados nas AFT do CAFIB ou de seus cães serem mal classificados numa Expo do CAFIB ? Por que pretendem continuar numa cômoda zona de conforto e apenas no simplista âmbito da criação do seu canil ? Isto é, por que tentar adaptar o Verdadeiro Fila Brasileiro PURO ao tipo de cão que se encontra dentro do canil do mentor do OFB ?

7. Por que o idealizador e os simpatizantes do OFB  não comentam a comparação dos cães das fotos acima entre os Fila Brasileiros criados e registrados no CAFIB e os OFB;

8. Afinal, por que os admiradores do OFB até agora não informaram claramente que linhas de sangue estão de fato usando para fabricarem o OFB ? Por que não dão todos os nomes dos cães utilizados nesta nova experiencia ? Por que o mistério ? Seriam esta origem baseada em linhas de sangue na verdade de muitos cães do CAFIB e até do CBKC e por isto tiveram que aceitar o “fila-preto” ? Onde está a transparência ? Afinal, o CAFIB selecionou seu plantel clara e abertamente nas pistas de AFT e em Expos na presença de todos os fileiros e divulgando grande parte destes resultados na imprensa ?

9. Por que o idealizador do OFB levou 45 anos desde o início da mestiçagem ocorrida no FB e quase 10 anos depois do lançamento do seu Manifesto (vide em https://filabrasileirochicopeltierblog.wordpress.com/2019/01/10/post-604-tio-chico-informa-no-228-tio-chico-acrescenta-rapidos-e-importantes-comentarios-ao-seu-ultimo-artigo-sobre-o-ofb-duvidas-e-questoes-que-levantei-sobre-a-nova-tese-do-novo-tipo-canino/  ) para descobrir que o Fila Brasileiro não é Fila Brasileiro, mas sim OFB !!!??? e, finalmente,

10. Por que insistir em projetos de realização pessoal e egocêntricos que jamais deveriam estar acima do Cão de Fila Brasileiro ?

Da minha parte, como faço desde 1974, continuarei sempre a defender o nosso querido, tradicional e ORIGINAL Fila Brasileiro PURO de sempre.

Mas sempre com educação, respeito e argumentação sólida.

Sendo assim, continuo aguardando as respostas às perguntas acima relacionadas dos dois defensores do OFB que conheço e para os quais envio diretamente todos os meus artigos,

Abraços, Chico Peltier.

Anúncios