Post n° 325 – Tio Chico Informa nº 127 – A “NECRÓPSIA” do Conselho Brasileiro da Raça Fila Brasileiro (CBRFB) – Afinal, para que serve e o que já realizou em prol do Fila-CBKC o CBRFB ? – Enviado em 18/12/15

Tio Chico Informa nº 127

 A “NECRÓPSIA” do Conselho Brasileiro da Raça Fila Brasileiro (CBRFB)

Afinal, para que serve e o que já realizou em prol do Fila-CBKC o CBRFB ?

Amigos e amigas do CAFIB,

No último dia 7/12/15 encaminhei para a nova coordenadora do CBRFB, Sra. Maria Clarice Silva de Oliveira, substituta da Sra. Marisa Kanap, c/c para seus Conselheiros Harrison Pinho e – supreendentemente — Alexandre Bacci (isto mesmo, aquele “juiz” que acha que a Raça Fila criada, registrada e comercializada no Sistema CBKC-FCI não passa de um agrupamento de cães mestiços e vira-latas…), assim como c/c para os presidentes da CBKC e FCI um email contendo varias perguntas sobre o CBRFB.

Infelizmente, como vem acontecendo nas ultimas 4 décadas, a Sra. Maria Clarice Silva de Oliveira  e os demais responsáveis pela criação do Fila no Sistema CBKC-FCI optam por não responder a nenhuma pergunta, preferindo manterem a omissão e covardia como seus aliados. Provavelmente não respondem pois se o fizessem estariam automaticamente se incriminando na mestiçagem e nos registros de “filas-mestiços”.

Em minha opinião, continuando a prevalecer esta atitude omissa e covarde na criação do Fila no Sistema CBKC-FCI, esta continuará totalmente contaminada e sem nenhum futuro. Concluindo: é impossível criar Fila Puro no CBKC-FCI.

Para voces tomarem conhecimento da necrópsia que fiz do CBRFB, transcrevo abaixo e na íntegra o email que enviei para o CBRFB para que voces mesmo julguem este Conselho, o qual em minha opinião jamais serviu para absolutamente nada:

Aspas

De: fbcp2009@uol.com.br [mailto:fbcp2009@uol.com.br] Enviada em: segunda-feira, 7 de dezembro de 2015 13:08 Para: ‘claraoliveira@peonrh.com.br’; ‘fecirs@fecirs.com.br’; ‘claraoliveira@peonrh.com.br’; ‘clarice.clara@ymail.com’ Cc: CBKC – Sergio de Castro; CBKC – Ricardo Simoes (rtorresimoes@hotmail.com); FCI – Rafael de Santiago (rafael@iagnoptima.com); Alexandre Bacci; ‘harrisonpinho850@hotmail.com’; ‘marisa.kanap@hotmail.com’ Assunto: Sobre voce e o CBRFB… – perguntas…

Prezada Maria Clarice Silva de Oliveira

Coordenadora do Conselho Brasileiro da Raça Fila Brasileiro (CBRFB)

C/c: Sergio Castro e Ricardo Simões (CBKC) + Rafael Santiago (Presidente FCI)

C/c: Alexandre Bacci + Harrison Pinho (Conselheiros do CBRFB) C/c: Marisa Kanap (ex-Coordenadora do CBRFB ) Tendo em vista que voce recentemente assumiu a coordenação do CBRFB, em substituição a Marisa Kanap, que eu sempre entendi a Raça Cão

de Fila Brasileiro como sendo além e independente de clubes, que eu sempre almejei a Raça Fila Brasileiro unida e com seu fenótipo e temperamento característico preservado, isto é, com homogeneidade e tipicidade e, consequentemente, sem traços de mestiçagem, pergunto:

  1. O CBRFB tem Regulamentos que normatizem as mudanças de seus Coordenadores e Conselheiros ? Se tem, pergunto se a saída de Mariza

Kanap respeitou estes Regulamentos ? Se não tem, pergunto se voce pretende cria-los, a fim de tornar este Conselho imune e blindado a pressões

e interesses pessoais de fileiros que desejem usar este Conselho em seu interesse próprio?

  1. Por que a Marisa Kanap se desligou ou foi destituída da Coordenadoria do CBRFB ? 
  2. Voce pretende punir o juiz do CBKC Alexandre Bacci, que recentemente afirmou que a Raça Fila trata-se apenas de um grupo de cachorros mestiços? Conforme ele declarou e postou no facebook “Seleção com responsabilidade” ao afirmar entre outros absurdos que “na minha opinião não existe o Fila Puro” ? Para voce ler na integra a opinião do juiz Alexandre Bacci, caso não a conheça, basta clicar em http://filabrasileirochicopeltierblog.com/2015/11/18/post-n-319-perguntem-ao-tio-chico-no-107-tirar-face-irregular-do-ar-nao-pode-furtar-o-cafib-pode-facebook-rede-social-ou-rede-comercial-ainda-sobre-a-bacci-e-os-filas/ e ler a resposta n° 239 do “Perguntem ao Tio Chico nº 107”; assim como ver a fotografia total desta postagem.
  3. Se voce pretende puni-lo, pergunto se ele continuará julgando Fila Brasileiro segundo o padrão CBKC n° 225 que ele não reconhece e desrespeita ao não aceita-lo como sendo referente a uma Raça Pura e ainda desrespeitando o Estatuto do FCI em seu “Artigo 2.º Objetivos” ( vide em http://www.fci.be/en/FCI-Statutes-39.html ) ? Pergunto ainda se os julgamentos por ele realizados em Expos do CBKC nos últimos 5 anos permanecerão válidos ou se serão cancelados e todas as premiações por ele concedidas serão canceladas e devolvidas, como ocorre em qualquer instituição séria e que se preocupa em ser respeitada?
  4. Se, entretanto, voce não pretende puni-lo, pergunto se voce concorda com as afirmações dele, constantes no item 3 acima; ou será por que ele reservadamente e sem a devida e necessária divulgação se arrependeu e se desculpou a este conselho ou ao CBKC pelas tolices postadas?
  5. Se voce concorda com a esdrúxula e tola opinião de Alexandre Bacci, pergunto se, consequentemente, a dupla CBKC-FCI têm nas ultimas 7 décadas registrado e vendido somente cachorros mestiços como sendo Filas Brasileiros, desrespeitando seus próprios Estatutos e auferindo lucro proveniente da emissão, comercialização e venda de pedigrees falsos ? Pergunto ainda: não teria então valor a afirmação impressa nos pedigrees de Fila Brasileiro emitidos pelo CBKC-FCI ao se auto denominar: “Certificado de Pureza Racial”?
  6. Não tendo este Conselho poderes para punir exemplarmente Alexandre Bacci, pergunto se voce pretende notifica-lo, repreende-lo e se dará oficialmente ciência deste fato absurdo ao CBKC e ao seu Conselho de Arbitro pedindo providencias imediatas ?
  7. Voce acha que um juiz do CBKC que afirma que Fila é vira-lata, merece ser Conselheiro do CBRFB ?
  8. Finalizando, refaço para voce as mesmas perguntas que fiz em 23/10/15 para a ex-Coordenadora do CBRFB, Mariza Kanap, baseadas apenas nos Regulamentos do próprio CBRFB, as quais permanecem até agora sem resposta e encontram-se postadas no meu blog em http://filabrasileirochicopeltierblog.com/2015/10/23/post-n-310-perguntem-ao-tio-chico-no-103-perguntas-do-tio-chico-enviadas-diretamente-para-o-email-da-sra-marisa-kanap-para-a-sra-marisa-kanap-fenotipo-e-homogeneidade-do-fila/ , na expectativa de que voce não se furte a responde-las:

Entre estas perguntas, seguem de forma simplificadas as abaixo que fiz, repito, baseada simplesmente nos Regulamentos do próprio CBRFB:

8.1. Sendo obrigação do CBRFB porque este Conselho não aprimora e seleciona a Raça Fila criada no Sistema CBKC-FCI ? Se estou errado ao fazer esta afirmação, pergunto o que este Conselho tem feito nos últimos anos visando este aprimoramento e seleção, salvo a tentativa de instauração sem sucesso do APR proposto por Roberto Sene ? Mas se até hoje absolutamente nada foi feito, pergunto o que voce pretende fazer a fim de respeitar este Regulamento ?

8.2. Sendo obrigação do CBRFB porque este Conselho não elimina a cada dia que passa, cães atípicos do plantel da raça.” ? Se o CBRFB tem cumprido esta obrigação, pergunto quantos cães atípicos e mestiços foram eliminados até hoje por este Conselho do plantel do Fila do CBKC-FCI, solicitando ainda que me informe seus nomes, canis e linhagens ?

8.3. Sendo obrigação do CBRFB  estar aberto a ideias, que possam sempre melhorar a criação”, pergunto por que até hoje, decorrido mais de uma ano, este conselho não se pronunciou sobre o email datado de 9/10/14 que o CAFIB encaminhou para o Sr. Sergio de Castro, a pedido dele, com a nossa Proposta de Acordo de Parceria CBKC / CAFIB? Ou será que o CBKC não reconhece este Conselho como útil e importante, não lhe dando ciência desta importante Proposta e nem a enviou para a apreciação deste conselho? Mas a enviou pelo menos para alguns criadores “especiais” de Fila, que dão bom faturamento ao CBKC, mas não tem nenhum interesse em “melhorar a criação e se preocupam apenas com os seus cães, suas premiações e seus canis?

8.4. Se é obrigação do CBRFBaconselhar a CBKC em todos os assuntos pertinentes a raça Fila Brasileiro”, pergunto no que este conselho já aconselhou ou pretende aconselhar ao CBKC ?

8.5. Se é obrigação do CBRFB manter a “credibilidade da raça dentro do Brasil e exterior”, pergunto por que se mantem no plantel do Fila registrado no Sistema CBKC-FCI tantos cães mestiços, atípicos, heterogêneos ​e sem o Temperamento característico da Raça Fila Brasileiro? Por que este conselho e o Sistema CBKC-FCI aceitam os chamados “fila-aberração” e os subtipos ou variedades chamados de  “fila-atarracado, fila-toy, fila-pet, mastifila, napofila, fila-preto, fila-gigante, roitt-fila, blood-fila, fila-dócil” além dos denominados “filamarques” e “fila-salada-genética”?

8.5.  E, ainda, acrescento: voce vai solicitar a CBKC que proponha à FCI a divisão da Raça Fila em duas, assim como foi feito com enorme sucesso pela FCI no Caso da Raça japonesa Akita, que na Segunda Guerra Mundial sofreu enorme miscigenação, a fim de definitivamente resolver o problema de mestiçagem encontrado na Raça Fila, tão afetada pela introdução do sangue de raças estranhas de forma sem controle e criminosa, já que se baseou na simples falsificação de pedigrees?

Afinal, Maria Clarice:

I – Voce vai repetir os demais Coordenadores do CBRFB que absolutamente nada conseguiram fazer pelo Cão de Fila Brasileiro e apenas emprestaram seu nome para temporariamente ocuparem este cargo, sujando assim sua biografia ?

II – Por que este conselho e o Sistema CBKC-FCI não priorizam a criação, seleção e controle de tantos Filas Típicos existente no plantel do Fila criado no CBKC-FCI como eu mesmo listei em  http://filabrasileirochicopeltierblog.com/2015/02/06/post-no-242-tio-chico-informa-no-88-fotos-de-mais-25-filas-tipicos-do-sistema-cbkc-fci-enviado-em-40215/  e em http://filabrasileirochicopeltierblog.com/2013/11/25/post-no-142-tio-chico-informa-no-54-fotos-de-56-filas-tipicos-do-cbkc-data-221113/ ?

Na expectativa de que voce não frustre tantos criadores de Fila que registram seus Filas no CAFIB e na CBKC-FCI, fico no aguardo de suas respostas,

Atenciosamente, Chico Peltier.

Fechaspas

Se voces discordam de mim, agradeceria receber seus comentários escritos de forma clara, inteligente e com os devidos argumentos.

Note: as I have always done with all emails sent in the past, this was also sent primarily to those responsible for FCI + CBKC

Nota: como sempre fiz com todos os emails que enviei no passado, este também foi encaminhado primeiramente para os responsáveis pela FCI + CBKC.

Frases do Ano: 

  1. “É mais fácil criar outro clube do que explicar o inexplicável”.
  2. “Não adianta criar sem seleção e sem responsabilidade”.
  3. “Prefira o original, não use cópias, prefira o CAFIB”.
  4. “Não crie “fila-mestiço”, crie Fila Brasileiro Puro, analisado e aprovado pelo CAFIB”.
  5. “CBKC e FCI enquanto cartórios-empresas, visam aumentar o faturamento, já o CAFIB enquanto Clube, visa aumentar o aprimoramento do Fila Brasileiro”.
  6. Caroneiros”: DESAPEGUEM !!! DESAPEGUEM !!!

Atenciosamente,  Chico Peltier.

Anúncios

Post n° 324 – Tio Chico Informa nº 126 – Por que o CAFIB não reconhece o pedigree do CBKC-FCI ? – Tio Chico é contra a exceção, o casuísmo, o privilégio, o individualismo e a outra “ponta da guia” – Sou a favor da instituição CAFIB, seus Regulamentos e do seu espírito de clube – Enviadoi em 16/12/15

Tio Chico Informa nº 126

Por que o CAFIB não reconhece o pedigree do CBKC-FCI ?

Tio Chico é contra a exceção, o casuísmo, o privilégio, o individualismo e a outra “ponta da guia”.

Sou a favor da instituição CAFIB, seus Regulamentos e do seu espírito de clube.

Amigos e amigas do CAFIB,

Recentemente fui veementemente questionado por um criador ligado ao CBKC, pelo fato de que eu desde 1976, isto é, antes mesmo da fundação do CAFIB, entendo que os pedigrees emitidos pelo trio BKC, CBKC e FCI, para cães da Raça Fila Brasileiro, não têm nenhum valor, pois não são dignos de Fé; devido a mestiçagem e o consequente registro ilegal de “filas-mestiços” nestes três clubes.

Esta mesma pessoa que me interpelou disse ainda que é criador ha algumas décadas, que ele conhece um criador que tem registrado seus Filas nestes clubes acima mencionados há muitos anos com muita seriedade e honestidade e, ainda, que ele conhece e atesta que um dos exemplares da criação deste criador trata-se de um ótimo Fila PURO e que por isto, não só este cão, como também toda a sua ancestralidade registrada em seu pedigree emitido pelo CBKC-FCI deveria ser reconhecida pelo CAFIB como digna de Fé. Ou seja, que o pedigree deste cão deveria ser automática e totalmente respeitado, aceito como verídico e copiado como tal pelo CAFIB.

Meus comentários:

               1. É verdade: venho afirmando há exatamente 40 anos que, em meu entendimento, os três clubes-empresas, do tipo cartório e que não visam o aprimoramento da Raça Fila Brasileiro, denominados BKC, CBKC e FCI, no caso do Fila, optaram por privilegiar o aumento do seu faturamento. Para tanto passaram a aceitar o registro de um enorme numero de “filas-mestiços” como se Filas PUROS fossem. “Filas-mestiços” estes decorrentes da sistêmica, institucional e criminosa mestiçagem perpetrada contra a Raça Fila Brasileiro e contra a qual infelizmente a grande maioria dos criadores de Fila se silenciou e se omitiu. Salvo os fundadores, criadores e membros do CAFIB. Logo estes pedigrees não podem ser mesmo dignos de Fé;

2. Consequentemente, quem não sentiu a necessidade ou obrigação de sair do Sistema BKC-CBKC-FCI, ou de criar um clube totalmente independente ou mesmo de registrar seus Filas Típicos no CAFIB, deve arcar com as consequências desta decisão;

3. Mas eu estou em ótima companhia, pois esta pessoa que discorda de mim, também discorda e desconhece o básico e elementar na Filosofia de Criação do CAFIB, que idealizou e instaurou a Análise de Fenótipo e Temperamento, por meio da qual todos os Filas aprovados podem fazer parte do plantel CAFIB e ir assim, ninhada após ninhada, preenchendo os pedigrees de sua criação. Afinal, o CAFIB foi criado em 1978 justamente numa reação contra a mestiçagem e contra a falsificação de pedigrees;

4. O fato é que existem criadores que possuem um sentimento de clube, não são individualistas e não buscam administrar um Clube via exceções. Temos que seguir nossos Regulamentos, sem abrir exceções nem privilegiar a outra “ponta da guia”. E fazer esta opção de forma institucional, transparente e clara. Jamais de forma casuística e arbitrária, privilegiando os amigos. Prefiro respeitar e seguir na prática a Filosofia de Criação e os Regulamentos do CAFIB. Não se pode gerenciar um clube sem respeitar os seus Regulamentos. Eu prefiro me submeter aos Regulamentos, pois não me julgo mais capaz ou superior do que ninguém. Eu sou institucionalista e clubista. Não sou individualista.

5. E é justamente por este respeito aos seus Regulamentos que o CAFIB no ano que vem completará 38 anos de existência;

6. Mas, se esta pessoa ainda discorda dos transparentes argumentos elencados acima, e dos três comentários que seguem mais abaixo registrados por três membros do CAFIB, sugiro que envie oficialmente por escrito sua proposta à Diretoria de CAFIB e demonstre claramente seu pensamento e as consequências deste. Se eu for voto vencido, respeitarei como sempre respeitei o voto da maioria vindo da nossa Diretoria. A ela sempre me submeti;

7. Comento ainda, que o maior exemplo de como deveríamos começar do zero – e de fato começamos — o plantel do CAFIB, sem respeitar ou copiar nenhum ascendente de nenhum pedigree do trio BKC-CBKC-FCI, nos foi dado por ninguém menos do que o próprio Dr. Paulo Santos Cruz pois, quando o CAFIB foi emitir o seu primeiro Registro de Ninhada que tinha como padreador Zerê do Parnapuan, nosso querido Dr. Paulo preferiu que deste pedigree do CAFIB não constasse nenhuma ascendência do Zerê, a qual logicamente era por ele muitíssimo bem conhecida. Logo, meu voto é não às exceções !!! Quer ter seu cão aprovado? É muito simples: basta entrar na pista, ser Aprovado e começar a construir e completar seu pedigree cheio, como fizeram ao longo dos anos todos os demais criadores do CAFIB;

8. Confesso que ando meio cansado de pessoas que fingem ser cafibeanos autênticos e originais; mas que não se associam ao CAFIB, não participam de nossas AFT`s, não expõem seus exemplares em nossas expos, nem registram suas ninhadas no CAFIB. Ou seja, em ultima análise, não se submetem ao nosso Regulamento, preferindo permanecerem sempre “mais ou menos” livres e individualistas.

Finalizando, comentei este fato com 7 membros do CAFIB e todos concordaram com meu pensamento acima. Sendo que três deles chegaram a me enviar um email com seus comentários afirmando na integra que:

Comentário n° 1:

Caro Chico,

          Você sabe que uma das principais razões do inquebrantável sucesso do CAFIB ao longo destas últimas quase quatro décadas é justamente nosso intransigente rigor em todos os aspectos do melhoramento genético do Fila Brasileiro e da administração do clube. A idoneidade, a firmeza de princípios e a recusa em abrir exceções têm sido regras religiosamente respeitadas desde que fundamos a Comissão de Aprimoramento do Fila Brasileiro em 1978, ainda no Brasil Kennel Club. E foi justamente esse rigor no cumprimento de nossos propósitos que levou ao rompimento com o BKC, entidade que, com o objetivo de arrecadar mais dinheiro, preferia abrandar a luta contra a mestiçagem na raça mais registrada do País naquela época. 

          O CAFIB, por ser uma entidade absolutamente independente, nunca reconheceu, não reconhece, nem pretende reconhecer, a validade dos registros de origem, ou pedigrees, emitidos por quaisquer outros clubes ou associações de criadores, embora, evidentemente, não proíba que seus associados também registrem seus cães na CBKC, ou em qualquer outra agremiação similar. É preciso frisar que ao CAFIB só interessam os exemplares detentores de permissão para reproduzir por terem sido aprovados nas Análises de Fenótipo e Temperamento e que – para trabalhar em prol do aprimoramento zootécnico do Fila Brasileiro – todos os criadores associados precisam adotar nossa filosofia e nossos princípios, além de seguir rigorosamente nossos regulamentos e normas de criação e de exposição. Por outro lado, também vale ressaltar que o CAFIB não se imiscui na vida particular de seus sócios, nem pode proibir que eles possuam e mantenham cães reprovados nas Análises ou, ainda, exemplares de quaisquer outras raças.

          Meu amigo Chico, confesso que não entendo o motivo de seu cansaço e de suas preocupações porque nunca abrimos, nem pretendemos abrir, exceções e também nunca consideramos a “outra ponta da guia”. É claro que sempre tivemos –  e, seguramente, sempre teremos – os falsos cafibeanos, que fingem estar do nosso lado, mas não registram seus cães no CAFIB nem participam de nossas Análises e Exposições. Essas atitudes são próprias da espécie humana, mas, principalmente agora, que somos já sexagenários, não devemos perder o sono com tais tolices.

          Grande abraço,

Comentário n° 2:

Querido “Tio” Chico,

CAFIB é Filosofia de Criação.

É aprimorar e para tanto preservar e selecionar. Nesses quase 40 anos implantou um mecanismo que o define: a AFT (Análise de Fenótipo e Temperamento).  Pois bem, por ela, os animais que reproduzem após serem certificados para tanto, dependendo de suas proles, poderão perder a condição de apto se constatada a falta das qualidades necessárias. Por outro lado, mesmo sendo RO´s, os exemplares devem passar obrigatoriamente pela AFT a partir dos 18 meses. Ou seja, qualquer exemplar para “ser CAFIB” tem que passar pela AFT.

Há 37 anos isso vem dando certo. O CAFIB apenas e tão somente entende ser responsável pela criação que controla e este é mais um entre seus diferenciais. Não nega a participação de seus filiados/expositores/criadores onde quer que seja, mas aceita exclusivamente os documentos que produz. Este modo de operar tem garantido seu “selo de qualidade”, por muitos e muitos almejados.

Só que para isso é fundamental submeter-se às regras existentes, que são balizas norteadoras dos caminhos a serem seguidos. No mais Tio Chico, basta reconhecer: o CAFIB está certo e por isso desperta amor e paixão, mas também nos invejosos de plantão o ódio e inveja. Questões  da natureza humana.

Como em nosso último encontro sob a pergunta: o que, quem é o CAFIB? Resposta de cada um: sou eu, somos nós! Isso basta.

Apesar do excesso de informações diárias virtuais, nem sempre de qualidade, dá para vivermos sossegados na tranquilidade de quem abraça o certo e o correto,  sem preocupações com os disparates constantes e fúteis”.

Comentário n° 3:

Amigo Chico,

O que você relatou acima não chega a ser surpresa nem novidade para mim. Sempre percebi que estas pessoas não têm e infelizmente nunca entenderão a Filosofia de Criação defendida pelo CAFIB. A referência que eles têm do Fila Brasileiro são outras.

Embora eles falem do CAFIB e pareçam ser cafibeanos, na verdade estão sempre defendendo os cães de sua redondeza. De forma sutil estão sempre enaltecendo esses cães e pensam que o CAFIB tem a obrigação de reconhecê-los como excelentes exemplares da Raça Fila.

Eles não tem a mesma ideologia do CAFIB e isso dificulta a sua submissão às regras de um Clube que eles não conseguem dominar e que não está sob o seu comando.

Não se discute que qualquer Fila para ser aprovado como tal pelo CAFIB deverá se submeter à AFT do nosso Clube. E não deverá mesmo haver nenhuma exceção. Se pensam que determinado cão é um excelente Fila Brasileiro e que poderia ser aproveitado pelos criadores do CAFIB, ótimo. Mas que o apresentem numa AFT e se submetam ao resultado desta análise. Mas isso não acontece. Preferem não se sujeitar a uma AFT, e assim não contribuem para aumentar o plantel CAFIB.

Outros não o fazem por temerem que o CAFIB julgue a “ponta da guia” coisa que jamais ocorreu no CAFIB, haja visto como excelente exemplo o recente resultado do Melhor Tigrado com mais de um ano vencedor na Expo de Guará-15, assim como a Melhor Cabeça desta Expo, de criação de um ex-membro do CAFIB.

Quem teme a “ponta da guia” é geralmente quem a pratica. Quem dela não faz uso, como nós do CAFIB, nem pensa nisto. Estas pessoas tem que crescer como criadores e como seres humanos. E amar e defender mais a Raça Fila Brasileiro e não seus próprios Filas, sua criação e da redondeza.

Justamente em razão disso é que defendem como fidedignos os pedigrees do BKC e da FCI. Pois são os pedigrees que ainda usam, com medo de usar o pedigree do CAFIB.  E deles querem fazer uso sempre como “exceções”. Esses dois clubes-cartórios não reprovam e não exigem rigor na condução da criação para a preservação e o aprimoramento da Raça Fila Brasileiro.

Por tudo isso, querido Chico, entendo que a sua indignação faz todo o sentido, mas não causa grande preocupação. O CAFIB precisa apenas tomar o cuidado de vigilância para evitar que essas pessoas consigam influenciar seus membros e tentem disseminar, ainda que de forma indireta e disfarçada, ideais de criação e de tipicidade do Fila Brasileiro que não se encaixam e não respeitam os Regulamentos e o Padrão do CAFIB. Afinal, isto em nada contribui para o fortalecimento do Clube e da Raça.

Forte abraço,

Note: as I have always done with all emails sent in the past, this was also sent primarily to those responsible for FCI + CBKC

Nota: como sempre fiz com todos os emails que enviei no passado, este também foi encaminhado primeiramente para os responsáveis pela FCI + CBKC.

Frases do Ano: 

  1. “É mais fácil criar outro clube do que explicar o inexplicável”.
  2. “Não adianta criar sem seleção e sem responsabilidade”.
  3. “Prefira o original, não use cópias, prefira o CAFIB”.
  4. “Não crie “fila-mestiço”, crie Fila Brasileiro Puro, analisado e aprovado pelo CAFIB”.
  5. “CBKC e FCI enquanto cartórios-empresas, visam aumentar o faturamento, já o CAFIB enquanto Clube, visa aumentar o aprimoramento do Fila Brasileiro”.
  6. Caroneiros”: DESAPEGUEM !!! DESAPEGUEM !!!

Atenciosamente,  Chico Peltier.

 

 

 

Post n° 323 – Tio Chico Informa nº 125 – Resultado Final dos Campeonatos do CAFIB 2015 – Enviado em 15/12/15

Tio Chico Informa nº 125

Resultado Final dos Campeonatos do CAFIB 2015

Amigos e amigas,

Para acessarem o Resultado Final dos Campeonatos do CAFIB 2015 basta clicar em:

http://www.cafibbrasil.com/leitor_not/items/resultados-dos-campeonatos-2015.html

Parabéns aos criadores e a todos que participaram das nossas Expos e Encontros do CAFIB e que ajudaram a tornar os eventos do CAFIB este ano mais um grande sucesso de homogeneidade de fenótipo e temperamento, assim como de quantidade nas pistas e de grande confraternização dos presentes sempre em busca de aprimorar a Raça Cão de Fila Brasileiro.

Note: as I have always done with all emails sent in the past, this was also sent primarily to those responsible for FCI + CBKC.

        Nota: como sempre fiz com todos os emails que enviei no passado, este também foi encaminhado primeiramente para os responsáveis pela FCI + CBKC. 

Frases do Ano: 

  1. “É mais fácil criar outro clube do que explicar o inexplicável”.
  2. “Não adianta criar “sem seleção e sem responsabilidade”.
  3. Prefira o original, não use cópias, prefira o CAFIB”.
  4. Não crie “fila-mestiço”, crie Fila Brasileiro Puro, analisado e aprovado pelo CAFIB”.
  5. “CBKC e FCI enquanto cartórios-empresas, visam aumentar o faturamento, já o CAFIB enquanto Clube, visa aumentar o aprimoramento do Fila Brasileiro”.
  6. Caroneiros”: DESAPEGUEM !!! DESAPEGUEM !!!

Forte abraço, Chico Peltier.

 

 

Post nº 322 – Perguntem ao Tio Chico nº 108 – Que juiz julgou a Expo da Anfibra realizada em Goiânia ? – Clube de criação de Fila Brasileiro ou clube de recreação social ? – Sobre o Padrão usado na UNIFILA – Ainda as tolices de Alexandre Bacci – Mais uma prova de que o CAFIB não julga “ponta da guia” – CBKC foi fundado depois do CAFIB – A histórica Circular da 100ª Expo de Guará-15 – Enviado em 12/12/15

Perguntem ao Tio Chico nº 108

Que juiz julgou a Expo da Anfibra realizada em Goiânia ?

Clube de criação de Fila Brasileiro ou clube de recreação social ?

Sobre o Padrão usado na UNIFILA

Ainda as tolices de Alexandre Bacci

Diferença entre Diretor de Divulgação do CAFIB e diretor de marketing

Mais uma prova de que o CAFIB não julga “ponta da guia”

CBKC foi fundado depois do CAFIB

A histórica Circular da 100ª Expo de Guará-15

Prezados amigos e amigas, continuando com nossas conversas…

  1. Meu querido amigo Chico, afinal, que juiz julgou a Expo da Anfibra realizada em Goiânia no dia 22/11/15 ?

Não faço a menor ideia. Apenas informo que há muito tempo o CAFIB já sabia que o juiz Jaime Pérez Marhuenda, presidente do CAFIBE Espanha, não julgaria este evento. Não sei por que preferiram insistir nesta informação equivocada em facebooks e em cartazes até o dia da Expo, iludindo os organizadores, divulgadores, leitores e expositores. Mas sugiro que voce esclareça isto diretamente com a diretoria deste clube.

  1. Afinal, Chico, isto é clube de criação de Fila Brasileiro que pretendia destruir, copiar e imitar o CAFIB ou trata-se apenas de um clube social para torneios de carteado, bingo, dama e dominó; além de tardes com música e dança com direito a chá das cinco para congregar famílias?

Pois é… Até porque amizade verdadeira e sincera é o que não falta no CAFIB… rsrsrs…

245.Tio Chico, no site da UNIFILA consta postado como sendo o Padrão oficial deste clube, o Padrao CAFIB, elaborado em 1978 pelo Dr. Paulo Santos Cruz, com a ajuda dos fundadores do CAFIB. Este Padrão postado mantem inclusive como Desqualificações Gerais os cães nas cores “(7) Pretos azeviche” e “(8) Pretos ardósia” e mantem também as famosas Desqualificações por Miscigenaçãoexatamente conforme o Padrão CAFIB datado de 1978. Por que então a UNIFILA não menciona que este Padrão é o do CAFIB e informa erradamente aos seus associados e leitores que trata-se do Padrão Paulo Santos Cruz ?

Não sei, apesar de concordar com voce. Sugiro que voce envie esta sua pergunta a Diretoria da UNIFILA. Certamente terá interesse em te esclarecer este assunto.

  1. Tio Chico, acompanho sempre seus artigos com muito interesse. Este tal “juiz” do CBKC Alexandre Bacci é um grande tolo. A grande maioria das raças tem sua origem no cruzamento de raças diferentes. Depois que se consegue estabelecer um padrão repetitivo e homogêneo, a raça é consolidada. A partir daí o acasalamento é entre os daquela origem e tipo.  É assim que eu entendo a formação das mais diversas raças.  Elas não nasceram como sendo Pastor Alemão, Rottweiler, Weimaraner, Rhodesian Ridge Back , etc, etc. Foram feitos cruzamentos para aprimorar ou conseguir certas características de olfato, inteligência, mobilidade, ferocidade, função etc, etc. Este “juiz” deferia ser expulso do CBKC e todos os seus julgamentos anulados !

Pois é, amigo. É obvio que o Fila Brasileiro é uma Raça !!! Mas entre muitos juízes e criadores de Fila Brasileiro impera a tolice, a teimosia e a falta de cultura e conhecimento. Só que desta vez, esta enorme tolice foi postada por um “juiz” homologado pela CBKC-FCI num face formado por criadores de Fila do CBKC-FCI… E este “juiz’ amanha será indicado para jugar exemplares da Raça Fila Brasileiro, numa expo com a chancela do CBKC, baseado no Padrão n° 225 da FCI, que este mesmo “juiz” afirma que pertence a um bando de mestiços e vira-latas…

E nem o CBKC, nem o CBRFB e, principalmente, nem os criadores que registram seus Filas e “filas” no Sistema CBKC-FCI reagem, se indignam e protestam, salvo o criador paulista Fabio Pereira Bueno Filho. Pois o negocio do CBKC não é aprimorar a Raça Fila, mas sim vender pedigrees. No caso do Fila não agem como clube, mas sim como uma empresa-cartório que vende pedigree…

  1. Qual a diferença entre Diretor de Divulgação do CAFIB e diretor de marketing de outro clube ?

Bem, em minha opinião, o Diretor de Divulgação do CAFIB, tem como obrigação divulgar a Filosofia de Criação do CAFIB; o Fila PURO; a mestiçagem; os mestiços; assim como os criadores, diretores e conselheiros omissos do Sistema CBKC-FCI; além de promover o contato com a imprensa e gerenciar nosso facebook e a TV CAFIB. Quanto à definição “diretor de marketing” entendo que esta se aplica genericamente ao responsável pela venda de “produtos”.

  1. Parabéns ao CAFIB por ter premiado um femea de criação de diretor de outro clube como um dos dois Melhor Tigrados da Expo de Guará e Melhor Cabeça. Isto prova que ao contrário de outro clube, o CAFIB não julga a “ponta da guia”…

Claro, evidente !!!

O CAFIB sempre procedeu assim desde sua fundação. Não seria diferente agora. Além disto, o CAFIB tem uma razão de ser, pois foi criado em 1978 para combater a mestiçagem, e para resgatar da extinção e preservar o verdadeiro Fila Brasileiro. Não terá vida longa nenhum clube que se formou apenas com o objetivo de destruir o CAFIB, para ganhar no tapetão as premiações que nos últimos anos perderam nas pistas, nem para transformarem as pressas em juízes aqueles que foram reprovados nas Provas de Juiz do CAFIB.

  1. Chico, é verdade que o CBKC foi fundado depois do CAFIB ?

Sim, o CBKC assumiu (ou tomou a força, não sei) os poderes e direitos do antigo BKC em 1979. O CAFIB foi fundado em 1978, portando o CBKC é mais novo que o CAFIB. Mas, para mim, o importante é que o CAFIB é o único responsável por resgatar da extinção e preservar até hoje o Cão de Fila Brasileiro em sua pureza racial. Enquanto isto, BKC-CBKC-FCI… Deixa prá lá… rsrsrs…

  1. Parabéns ao CAFIB pelo lançamento da histórica Circular comentando a excelente 100ª Expo realizada em Guará, além de relatar alguns dos últimos feitos daqueles que apenas desejam destruir o CAFIB, sem absolutamente nada realizar de novo em favor do Fila Brasileiro, salvo mal copiar e imitar o CAFIB !!! E verdade que quem a redigiu foi o Américo Cardoso ?

Valeu !!! Sim, foi. Para quem não leu, leia em http://www.cafibbrasil.com/leitor_not/items/id-100-exposicao-nacional-do-fila-brasileiro-e-30-exposicao-do-fila-brasileiro-de-guaratingueta.html

Note: as I have always done with all emails sent in the past, this was also sent primarily to those responsible for FCI + CBKC

Nota: como sempre fiz com todos os emails que enviei no passado, este também foi encaminhado primeiramente para os responsáveis pela FCI + CBKC.

Frases do Ano: 

  1. “É mais fácil criar outro clube do que explicar o inexplicável”.
  2. “Não adianta criar “sem seleção e sem responsabilidade”.
  3. Prefira o original, não use cópias, prefira o CAFIB”.
  4. Não crie “fila-mestiço” , crie Fila Brasileiro Puro, analisado e aprovado pelo CAFIB”.
  5. “CBKC e FCI enquanto cartórios-empresas, visam aumentar o faturamento, já o CAFIB enquanto Clube, visa aumentar o aprimoramento do Fila Brasileiro”.
  6. Caroneiros”: DESAPEGUEM !!! DESAPEGUEM !!!

Abraço a todos, Chico Peltier.

 

 

 

Post nº 321 – Tio Chico Informa nº 124 – Circular e Resultados com fotos da 100ª Exposição do CAFIB de Guaratinguetá, SP- Enviado em 11/12/15

Tio Chico Informa nº 124

Circular e Resultados com fotos da 100ª Exposição do CAFIB de Guaratinguetá, SP

Amigos e amigas,

Para acessarem a Circular e os resultados com fotos da 100ª Expo realizada em Guaratinguetá-SP no último dia 29//11/15 basta clicar em:

Circular: http://www.cafibbrasil.com/leitor_not/items/id-100-exposicao-nacional-do-fila-brasileiro-e-30-exposicao-do-fila-brasileiro-de-guaratingueta.html

Resultado e Fotos: http://www.cafibbrasil.com/leitor_not/items/resultado-da-100-nacional-e-30-expo-cafib-de-guaratingueta.html

Final Campeonato Brasileiro de 2015 – em breve será postado no site do CAFIB.

Note: as I have always done with all emails sent in the past, this was also sent primarily to those responsible for FCI + CBKC.

        Nota: como sempre fiz com todos os emails que enviei no passado, este também foi encaminhado primeiramente para os responsáveis pela FCI + CBKC.

Frases do Ano: 

  1. “É mais fácil criar outro clube do que explicar o inexplicável”.
  2. “Não adianta criar “sem seleção e sem responsabilidade”.
  3. Prefira o original, não use cópias, prefira o CAFIB”.
  4. Não crie “fila-mestiço”, crie Fila Brasileiro Puro, analisado e aprovado pelo CAFIB”.
  5. “CBKC e FCI enquanto cartórios-empresas, visam aumentar o faturamento, já o CAFIB enquanto Clube, visa aumentar o aprimoramento do Fila Brasileiro”.
  6. Caroneiros”: DESAPEGUEM !!! DESAPEGUEM !!!

Forte abraço, Chico Peltier.