Post nº 84 – Tio Chico Informa nº 32 – A excelente análise feita pelo criador Victor Emanuel Giglio Ferreira do momento atual pelo qual passa a Raça Fila no Brasil, independente de clubes. Divulgo na esperança que este texto toque a mente dos criadores sérios do chamado Fila-CBKC – Enviado 24-04-13

Tio Chico Informa nº 32

  A excelente análise feita pelo criador Victor Emanuel Giglio Ferreira do momento atual pelo qual passa a Raça Fila no Brasil, independente de clubes. Divulgo na esperança que este texto toque a mente dos criadores sérios do chamado Fila-CBKC.

Note: as I have always done with all emails sent in the past, this was also sent primarily to those responsible for FCI (from Belgium and from Spain) and the CBKC.

Nota: como sempre fiz com todos os emails que enviei no passado, este também foi encaminhado primeiramente para os responsáveis pela FCI (tanto da Bélgica quanto da Espanha) e pelo CBKC.

Meus amigos e amigas, continuando com as nossas informações…

Tendo em vista a excelente análise do momento atual pelo qual passa a Raça Fila no Brasil e no exterior, feita pelo criador Victor Emanuel Giglio Ferreira, independente de clubes, penso ser muito produtivo dividir estes sensatos pensamentos com todos voces. Principalmente com os criadores sérios do Fila-CBKC.

Victor Emanuel é engenheiro agrônomo, funcionário da Secretaria Estadual do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, sediado na cidade de São Carlos – SP e há cerca de 25 anos trabalha na preservação e fiscalização das florestas e cerrados nativos em SP. Ou seja, um homem que preserva nosso meio ambiente, sabe muito bem da importância de preservar o nosso Cão de Fila Brasileiro em sua pureza racial, afastando os “filas-mestiços”  — mesmo com pedigree emitido por qualquer clube-cartório, como, por exemplo, CBKC e FCI — da criação séria da Raça Fila, independente de clubes.

Da mesma forma que Victor Emanuel afirma que é muito importante manter todos os Filas Típicos, independente de seus clubes e de suas origens.

Sendo assim, segue abaixo e na integra o email recebido de Victor Emanuel:

“Meu caro Chico Peltier, gostaria de parabenizá-lo pela inteligente e sensata postura que vem adotando em relação aos criadores de Fila de todos os clubes do Brasil e do exterior.

Cada vez mais me parece que para você importa realmente a preservação do Fila e não das vaidades pessoais ou interesses de quaisquer grupos ou panelinhas.

Considero essa a melhor estratégia para preservar a raça Fila, isto é, não importa se o animal é CAFIB, UNIFILA, CBKC ou sem qualquer origem conhecida. Importa é que, do ponto de vista de tipicidade e temperamento o animal se enquadre dentro do padrão racial do Fila-CAFIB, já de há muito tempo estabelecido pelo Paulo Santos Cruz e o CAFIB.

Ainda não me filiei a clube algum mas, inclusive bastante influenciado por tudo aquilo que você vem escrevendo, passei a procurar adquirir animais de origem do CAFIB e pretendo me filiar brevemente a esse clube que, na minha opinião, realmente muito fez pela preservação da integridade genética dessa soberba raça genuinamente nacional.

Contudo, fico feliz que você esteja adotando uma postura aberta em relação aos demais clubes de criadores de Fila, baseada na plena possibilidade de o animal ser aprovado, desde que se enquadre perfeitamente dentro dos rigorosos padrões de fenótipo e temperamento do CAFIB.

Na minha opinião, essa é a postura mais adequada para preservação da raça e que promove a união e não a desagregação entre os criadores, desde que sem prejuízo da pureza racial.

E, como você também já verificou, embora o CAFIB mantenha, no geral, uma qualidade e nível de pureza racial superior, em média, veja bem, em média, aos demais clubes, justamente pelo seu tradicional e permanente rigor na classificação e seleção dos reprodutores, principalmente na UNIFILA e inclusive no CBKC, também existe grande quantidade de animais com todas as características do padrão da raça (conforme se pode verificar – por exemplo – na enorme quantidade de fotos disponíveis através INTERNET) e que não devem ser descartados por mero preconceito.

Você tem feito muito bem em incentivar firmemente esses criadores dos demais clubes (principalmente os ligados ao CBKC-FCI) a passarem a exigir o estabelecimento de APR e TT obrigatórios, bem como a descartarem da reprodução os animais impuros e/ou atípicos de seus respectivos canis. Tenho sentido que, não só como eu (que ainda não sou filiado a clube algum), grande número de criadores de Fila do CBKC tem obtido informações, através da INTERNET e, inclusive, em grande medida, das que você tem colocado nessa rede e, com essas informações, se concientizado de todas essas verdades e, passado a mudar seus conceitos e formas antigas de pensar, vindo, progressivamente a mudar o foco de suas criações, inclusive, em várias ocasiões, recorrendo a novos padreadores de origem CAFIB, com a finalidade de aprimorar seus plantéis e se enquadrarem progressivamente no padrão verdadeiro da raça.

Creio que A INTERNET e inclusive você têm tido um papel muito significativo nessa mudança gradual de mentalidade, de cultura, de enorme número de criadores de Fila que antes, simplesmente por desconhecimento de muitas verdades (não me refiro aos mestiçadores e aos NAM — Neo Apologistas da Mestiçagem, como voce muito bem os define esses sim com outros interesses, mas sim à grande maioria dos demais criadores honestos do CBKC e outras entidades), por certo isolamento e falta de informações, na verdade enganados, vinham adotando posturas e estratégias de criação erradas, que fugiam do padrão racial. Me parece que grande percentual desses criadores bem intencionados vem, nos últimos tempos, passando a adotar firmemente as novas posturas em prol da absoluta pureza racial do Fila, sem os antigos desvios de “fila-basset, fila-atarracado, fila-gigante, fila-salada-genética, fila-aberração e inclusive fila-manso” (que deixam o juiz por a mão e/ou não atacam com determinação a estranhos), etc., basicamente passando a seguir as orientações do Tio Chico e do CAFIB postadas na INTERNET.

Esse maravilhoso novo meio de comunicação passou a permitir o diálogo entre todos os fileiros e, desse diálogo, vem surgindo um novo patamar mais elevado de conhecimento que, tenho certeza, acabará por predominar inteiramente, inclusive no CBKC, de maneira gradual, mas ininterrupta, daqui para a frente. Vejo que, de agora em diante, não mais conseguirão deter esse processo, pois as sementes da nova mentalidade você e o CAFIB já plantaram na mente da maioria dos fileiros. E isso representa muito, representa a vitória definitiva, não da instituição, mas da bandeira de ideais do CAFIB, duramente erguida e mantida, contra tudo e contra todos, nessa saga, desde o final dos anos 70. E, volto a repetir, esse objetivo já está bem mais próximo de ser conseguido, no momento, como mostra a mudança gradual de mentalidade de grande parte dos fileiros de diversas filiações (ou não filiações) clubísticas.

Agora, devem vocês prosseguir o trabalho, continuando a incentivar a todos nós, criadores de Fila, a nos manter no caminho correto, da pureza rigorosa, mas sem preconceito de qual origem vem o animal (CBKC, UNIFILA ou de qualquer outro clube ou local), desde que se enquadre dentro do Padrão CAFIB.

E um dos mecanismos muito importantes para tanto, são as Análises e Exposições do CAFIB, que permitem a participação de cães de outras origens, desde que previamente aprovados como dentro do Padrão. Nesse aspecto, parabenizo ainda mais o CAFIB pelas recentes alterações em seu sistema de pontuação, passando a dar igualdade de condições em pontuações aos cães sem origem comprovada com relação aos de pedigree CAFIB, demonstrando ainda mais seu menor apego a grupos ou interesses e sim mais firmeza de princípios.

Penso ser essa medida extremamente favorável à crescente adesão de grande número de outros bons criadores que ainda se encontram fora desse clube. E para adesão à alguma instituição, nada mais convidativo do que ser tratado com verdadeira justiça e igualdade, e é o que o CAFIB passou agora a, muito corretamente, adotar.

Deixar de lado preconceitos e agir de modo estritamente justo e includente é um passo enorme do CAFIB em prol da evolução da mentalidade de todos os criadores de Fila e da elevação ainda maior da boa imagem, há décadas já mantida por essa seríssima instituição.

Espero que você continue a divulgar e a contribuir com essas tantas boas ideias (como a instituição da Raça Mastim Brasileiro e da Raça Fila Preto, separadas do Fila verdadeiro, apoiando o APR e TT no CBKC-FCI, etc.) no sentido de preservar e aprimorar a Raça Fila, sempre nesse caminho da inclusão de todos aqueles criadores honestos, que também compartilham das mesmas ideias, embora ainda não tivessem, até então, tido a oportunidade ou a ciência de tantas verdades, para procurar, mesmo que em outros clubes, criar Filas verdadeiros e, eventualmente, participar mais ativamente do CAFIB.

Grande abraço, Victor Emanuel Giglio Ferreira.”

Note: as I have always done with all emails sent in the past, this was also sent primarily to those responsible for FCI (from Belgium and from Spain) and the CBKC.

Nota: como sempre fiz com todos os emails que enviei no passado, este também foi encaminhado primeiramente para os responsáveis pela FCI (tanto da Bélgica quanto da Espanha) e pelo CBKC.

Obrigado a todos, Chico Peltier.

 

 

Anúncios

Post nº 83 – Perguntem ao Tio Chico nº 33 – Visitas no site e no blog do Tio Chico — O que se comenta sobre o grave erro de tradução feito pela FCI (da Bélgica) e Raymond Triquet no Padrão do Fila-CBKC ? — Homenagem do UNIFILA aos 35 anos do CAFIB em Amparo – Listão dos principais artigos do Tio Chico, inclusive os que comprovam a impossibilidade da existência do assim chamado “fila-preto” ? – A Nova Proposta de Sócio do CAFIB que afasta os pseudo-sócios que efetivamentenão comungam com a Filosofia de Criação do CAFIB – enviado em 19-04-13

Perguntem ao Tio Chico nº 33

                        Visitas no site e no blog do Tio Chico — O que se comenta sobre o grave erro de tradução feito pela FCI (da Bélgica) e Raymond Triquet no Padrão do Fila-CBKC ? —  Homenagem do UNIFILA aos 35 anos do CAFIB em Amparo – Listão dos principais artigos do Tio Chico, inclusive os que comprovam a impossibilidade da existência do assim chamado “fila-preto” ? – A Nova Proposta de Sócio do CAFIB que afasta os pseudo-sócios que efetivamentenão comungam com a Filosofia de Criação do CAFIB.

        Note: as I have always done with all emails sent in the past, this was also sent primarily to those     

        responsible for FCI (from Belgium and from Spain) and the CBKC.

Nota: como sempre fiz com todos os emails que enviei no passado, este também foi encaminhado primeiramente para os responsáveis pela FCI (tanto da Bélgica quanto da Espanha) e pelo CBKC.

Meus amigos e amigas, continuando com as nossas respostas…

112. Meu querido Tio Chico, como andam as visitas no teu site e no teu blog?

Simplesmente excelentes !!!

O site (http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/ ) com quase 1.000 documentos e com ao redor de 400 fotos, bateu em Março/13 o recorde de 8.341 visitas e 21.907 impressões de artigos, devidamente auditadas pela Locaweb.

O blog (https://filabrasileirochicopeltierblog.wordpress.com/ ) esta hoje exatamente com 82 artigos e passou de 2.459 visitas desde seu lançamento no final de Ago/12, devidamente auditadas pelo WordPress.

113. O que voce tem recebido de comentários sobre o seu esclarecedor artigo postado no Tio Chico Informa nº 29 (vide clicando em  https://filabrasileirochicopeltierblog.wordpress.com/2013/03/14/post-no-78-tio-chico-informa-no-29-sobre-o-temperamento-do-fila-brasileiro-ii-o-padrao-do-fila-traduzido-pela-fci-belga-versus-o-padrao-do-fila-cbkc-enviado-em-14-03-13/ )

sobre a tradução totalmente equivocada, e eu diria até mesmo vergonhosa, feita pela FCI da Bélgica e o Sr. Raymond Triquet da palavra “AVERSÃO” que consta no Padrão do Fila-CBKC e que foi traduzida para o inglês apenas por “INDIFERENÇA” e para o espanhol simplesmente por “DESCONFIANÇA”. Como a FCI da Bélgica (nota: não confundir com a FCI da Espanha que absolutamente nada tem a ver com este “falta gravíssima”) e o Sr. Raymond Triquet, com o evidente conhecimento e aceitação do CBKC, podem ter cometido uma “falta gravíssima” como esta? Para mim foi uma atitude intencional a fim de acabar com o temperamento característico e único da Raça Fila e facilitar a socialização do Fila e sua presença nas expos da Europa. Ainda bem que no Padrão CAFIB continua a palavra e descrição original e correta do temperamento do Fila que é “OJERIZA”. Aliás, a mesma palavra que o Dr. Paulo Santos Cruz, o Pai da Raça Fila, utilizou-se no primeiro Padrão do Fila na década de 50 para descrever o sentimento e reação do Fila para com estranhos.

A CBKC, FCI, SPFB e os principais criadores do Fila-CBKC no Brasil e no exterior se pronunciaram a este respeito? O que eles disseram?

Muito importante a sua pergunta, que de forma bem resumida expõe a grande vergonha de mais esta grave denuncia que faço aos cartórios CBKC-FCI, quando modificam o Padrão e uma das características principais da Raça Fila que é o Temperamento. Mesmo sem terem poderes para isto, já que FCI e CBKC não tem representatividade governamental nem no Brasil nem na Bélgica. Talvez para a FCI (belga) e para o tradutor Sr. Raymond Triquet, apenas os show e expos interessem. Me parece que eles não tem cultura e conhecimento suficientes para entender que o temperamento natural de guarda de uma Raça canina esta acima destes eventos e deve ser preservado. Ainda mais num mundo cada vez mais violento onde muitas famílias necessitam ter um cão de guarda em suas residências. Mas, afinal, talvez seja com estas expos que a FCI ajuda a manter seu faturamento e mordomias.

Quanto a CBKC e a FCI, assim como a SPFB e os principais criadores do Fila-CBKC tanto do Brasil quanto do exterior, sinto muito informar que não chegou ao meu conhecimento nenhuma ação feita por estes 3 clubes e estes criadores em defesa do temperamento do Fila. Nenhum deles me escreveu absolutamente nada !!! Penso que estes criadores gostam mesmo e de conversar superficialidades e criar novos clubes no Facebook… Mas fogem de mim, diante de mais esta denuncia tão séria que faço sobre a quebra do Temperamento do Fila. Sem dúvida mais esta omissão é uma grande vergonha !!!

Ao contrário muitos criadores do CAFIB se manifestaram chocados com estas traduções equivocadas e a UNIFILA, realmente comprometida com a criação do Verdadeiro Fila, por meio do seu presidente, Marcus Flavio Vilasboas, prontamente mostrou sua enorme indignação e afirmou: “Muito obrigado pelo excelente artigo (sobre os erros na tradução da FCI). Realmente o artigo comprova que a FCI deseja desvirtuar o sentido da palavra “aversão”. O que me parece, uma grande “boiolagem”! Dessa forma, parecem que estão querendo acabar com a “ojeriza” da Raça Fila Brasileiro, sua característica mais ímpar e importante. Vamos lutar para que esse Patrimônio Genético que é o Fila Brasileiro, continue sendo intacto e puro, da mesma forma que a Mãe Natureza o criou.

Sentiu a diferença da posição clara da UNIFILA para o silêncio SPFB?

Espero que os NAM`s (Neo Apologistas da Mestiçagem) não venham com a velha e míope desculpa, sempre sem argumentos claros e lógicos,  de que trata-se de uma simples  “conspiração” do Tio Chico. As traduções erradas e dolosas feitas pela FCI e pelo Sr. Raymond Triquet encontram-se neste meu artigo totalmente comentadas e explicitadas, assim como no site da FCI. Basta ler e estudar.

Meus amigos, quando será que os criadores sérios e honestos do Fila-CBKC, que criam Filas Típicos, se unirão e chamarão para si a responsabilidade de criarem apenas o Fila Puro, separando-os dos cães da Raça Mastin Brasileiro !!! (Vide em http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/novos/pergunte_chico_3/materia.html). Até quando vai durar este medo e subserviência aos clubes-cartórios que nada fazem pela Raça Fila?  No mundo moderno quem paga a conta é quem manda. Não o dono do “clube-cartório”. E quem paga esta conta e suas mordomias neste caso são os criadores do Fila-CBKC.

114. Tio Chico, os criadores do Fila-CBKC / FCI no Brasil e na Europa Ocidental se pronunciaram sobre as suas denunciais de “falta gravíssima” na tradução do Padrão do Fila-CBKC em português para os idiomas inglês e espanhol?

Não. Nada comentaram. Omissão total !!!

Portanto penso que estes criadores gostam mesmo é de criar o Fila dócil e manso, cujo temperamento é apenas de “INDIFERENÇA” ou “DESCONFIANÇA” para com os estranhos. Muitas expos do CBKC e da FCI no Brasil e no exterior sequer mantém o TT. Uma vergonha !!!

115. Tio Chico, a FCI tem que escolher: ou traduz erradamente “AVERSÃO” por “INDIFERENÇA” para o Padrão em inglês ou também erradamente por “DESCONFIANÇA” para o espanhol. Afinal um cão (a não ser que já seja o da raça Mastim Brasileiro ???) que é “INDIFERENTE”, não pode ser ao mesmo tempo “DESCONFIADO”, não e mesmo? Esta é mais uma grande tolice e trapalhada da FCI e mais uma prova incontestável de que a FCI é totalmente incapaz de gerenciar a Raça Fila. Como pode um tradutor renomado como o Sr. Raymond Triquet se prestar a um papelão destes?

Pois é… uma vergonha !!!

116. É verdade que a UNIFILA homenageou o CAFIB na Expo de Amparo ?

Sim, a UNIFILA, representada pelo seu presidente Marcus Flavio Vilasboas Moreira e pelo seu Conselheiro, Paulo Augusto Monteiro de Moura, entregaram uma linda placa em homenagem aos 35 anos do CAFIB durante a Expo de Amparo, que continha os seguintes dizeres: “A UNIFILA parabeniza o CAFIB pelos 35 anos de preservação, aprimoramento e trabalho em prol da raça Fila Brasileiro”. Detalhes completos desta homenagem veja no item 2 de  https://filabrasileirochicopeltierblog.wordpress.com/2013/04/12/post-no-80-tio-chico-informa-no-31-primeiras-comemoracoes-dos-35-anos-do-cafib-amparo-sp-enviado-em-12-04-13/ .

117.Conheci o trabalho do CAFIB na última Expo de Amparo e decidi que vou parar de criar “filas-mestiços” e passar a criar o Verdadeiro Fila Puro do CAFIB. Naveguei pelo seu site, mas ele é enorme. Para facilitar minha leitura voce poderia me dar um listão dos principais artigos e em especial alguns que comprovam a impossibilidade da existência do chamado “fila-preto”?  Eu tenho um “fila-preto”, gosto dele, mas não mais fará parte da minha criação.

Claro. Realmente meu site e blog são duas Bibliotecas de Referencia com mais de 1.000 artigos e 400 fotos sobre a Verdadeira Historia do Fila Brasileiro.

Recomendo os seguintes artigos mais importantes:

1. “A Origem do CAFIB”: http://www.cafibbrasil.com.br/cafib_historico3.html

2. “Mestiçagem, o problema”: http://www.cafibbrasil.com.br/cafib_historico1.html

3. Minha “Carta Aberta de Londres” com denuncia total, datada de 3/08/78: http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/8-Documentos-de-1978/8_14/materia.html

4. “O que voce prefere” (Fila ou Mestiço) ?: http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/fila-brasileiro/index.html

5. “Cães negros, chamados de “fila-preto”: http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/fila-brasileiro-3.html

6. “Entendendo as Análises de Fenótipo e Temperamento do CAFIB” por Américo Cardoso: http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/fila_brasileiro-cachorro.html

7. “Mas que raça é esta?”: http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/fila-brasileiro-rj-fotos.html

8. Carta aberta à FCI: http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/2008ate/Page6.html

9. Email sobre o meu Canil Cafibra: http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/pp/Page6_port.html

10. Denuncias oficiais do CAFIB dirigidas ao BKC-CBKC-FCI, na resposta nº 10 do “Perguntem ao Tio Chico nº 1”: http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/materia_75_port.html

11. “Proposta de criação da Raça Mastim Brasileiro”: http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/novos/pergunte_chico_3/materia.html

12. Entrevista do CAFIB com o Dr. Enio Monte: http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/novos/30_97/materia.html

13. Consolidação dos “Melhores e Piores de 2.011” no “Tio Chico Informa nº 6”: http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/novos/30_114/materia.html

14. O excepcional artigo do Dr. Paulo Santos Cruz “Como distinguir um Fila Puro de um Mestiço” publicado no primeiro número do jornal O FILA do CAFIB publicado em Dez/78:

http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/8-Documentos-de-1978/8_30/materia.html ;

15. Excepcional trabalho de autoria de Cintia e Gerson Junqueira + Jonas Iacovantuano e Mariana Campbell:  http://www.cao-filabrasileiro.com/#!__fila-brasileiro-desq ;

16. Sobre o Temperamento do Fila Brasileiro II – O Padrão do Fila traduzido (equivocadamente) pela FCI-Belga versus o Padrão do Fila-CBKC: https://filabrasileirochicopeltierblog.wordpress.com/2013/03/14/post-no-78-tio-chico-informa-no-29-sobre-o-temperamento-do-fila-brasileiro-ii-o-padrao-do-fila-traduzido-pela-fci-belga-versus-o-padrao-do-fila-cbkc-enviado-em-14-03-13/

17. Menu “Cão Preto x Fila Puro”,  com documentos que comprovam a inexistência da cor preta no Fila Puro: http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/7.html  

Boa leitura.

118. Conheci a Nova Proposta de Sócio do CAFIB na Expo de Amparo. Parabéns, esta nova declaração obrigatória de aceitação e participação para com os princípios de criação do Fila Puro, certamente afastará do CAFIB criadores que gostavam de se passar por cafibeanos, principalmente na hora de vender filhotes…, usufruindo indevidamente da história, tradição e seriedade do CAFIB.

Exatamente. Este foi o nosso objetivo.

Para quem ainda não conhece a Nova Proposta de Sócio, que terá que ser assinada por todos nossos membros, esta encontra-se no link https://filabrasileirochicopeltierblog.wordpress.com/2013/01/24/post-no-70-perguntem-ao-tio-chico-no-26-a-nova-proposta-de-socio-do-cafib-enviado-em-240113/ .

Se alguém deseja comprar um filhote realmente do CAFIB basta pedir antes de tudo que o criador/vendedor mostre este documento com a inscrição deste criador devidamente aceita e aprovada pelo CAFIB. Afinal, os compradores de filhotes também devem ser responsáveis pelo que adquirem.

Note: as I have always done with all emails sent in the past, this was also sent primarily to those responsible for FCI (from Belgium and from Spain) and the CBKC.

Nota: como sempre fiz com todos os emails que enviei no passado, este também foi encaminhado primeiramente para os responsáveis pela FCI (tanto da Bélgica quanto da Espanha) e pelo CBKC.

Obrigado a todos, Chico Peltier.

Post nº 82 – Uncle Chico Newsletter No. 31 – First CAFIB’s 35 years Celebration – Amparo, SP – April 7, 2.013 – Sent April, 16th – 2.013

Uncle Chico Newsletter No. 31

First CAFIB’s 35 years Celebration – Amparo, SP – April 7, 2.013

Note: as I have always done with all emails sent in the past, this was also sent primarily to those responsible for FCI (from Belgium) and the CBKC.

Friends,

Between the CAFIB Analysis of Phenotype and Temperament and the 25th Exhibition of Amparo/SP and the 92nd National Exhibition of CAFIB, Caico Amaral thanked all those present and called Luciano Gavião, president of CAFIB and Francisco Peltier, Counselor of CAFIB, to the stage of the Stud Farm (Haras) Hipocampo

1. Luciano Gavião’s Words:

Amparo - 13 - Luciano n. 2

Good afternoon, ladies and gentlemen, members and breeders present.

I take on now the Presidency of CAFIB, with great pride and satisfaction.

I will try to be as responsible as possible and promise to follow all rules and regulations dictated by CAFIB.

I thank those who trusted in me, electing me for the next triennium.

I count on the help of the entire Board in this endeavor, as well as the collaboration of all members and breeders of PURE FILA.

We are a team of volunteers in defense of the PURE FILA.

With the cooperation and understanding of members and breeders, respecting the CAFIB`s Philosophy of Breeding, our work will flow quickly and transparently.

I hope that with everyone’s support, we can together dignify our breed, our, Fila Brasileiro.

Our responsibility is very great, because we must never lose the genetic heritage of this fantastic breed of dog, our beloved Fila Brasileiro.

The present moment is very important, not only for the breed, but also for CAFIB.

This year we are celebrating 35 years of hard work on behalf of the Fila Breed, through constant improvement and selection of the Fila Brasileiro.

The PURE FILA today exists only because of this work carried out for 35 years by CAFIB.

By the way, I thank the founders of CAFIB, who initially embraced this cause, such as Dr. Paulo Santos Cruz and his wife Dona Antonieta, Luiz Maciel, Airton Campbell, Américo Cardoso and Roberto Maruyama.

I also thank all the breeders who believed in this proposal of BREED PURITY raised by CAFIB.

Thanks also to my friend, Francisco Peltier, as the forerunner of the disclosure and delation of miscegenation. Because of that, among others achievements, Chico Peltier is titled by us as the “FATHER OF CAFIB.”

We also remember and appreciate the work done outside of Brazil, especially with the help of Jan Kubesa from the Czech Republic, of Jaime Perez from Spain, of Daniel Balsas from Uruguay and from Linda Maggio in the USA.

I thank the confrere Club that struggles toward the same goal of our breed purity against miscegenation, which is the UNIFILA, here represented by its President Marcus Flávio Vilasboas Moreira.

Finally, I close by telling you all to continue fighting in defense of our PURE FILA. Thanks!

Upon finishing, Luciano Gavião called onstage Marcus Vilasboas Moreira, president of UNIFILA, who delivered the following words in tribute to CAFIB, besides presenting us with a beautiful plate:

2.  Marcus Vilasboas Moreira’s Words:

Amparo - 13 - Marcus - n. 2

Paulo Augusto (Monteiro de Moura) and I, representing all the Board and breeders of UNIFILA, would like to thank you all from CAFIB for the beautiful love story and fight in defense of the Fila Brasileiro. We know that the Fila Brasileiro breed continues pure, alive and intact, thanks to our CAFIB that in these 35 years of existence has fought bravely against miscegenation.
Our Fila Brasileiro, Brazilian genetic heritage, survived the times, thanks to the work done by CAFIB in favor of the purity of the breed. If the pure Fila Brasileiro still exists we owe it to CAFIB!

UNIFILA – Union of Breeders and Selectors of the Fila Brasileiro,  (based in Minas Gerais) throughout these 12 years of existence, has also done an excellent job of selecting and genetic improving the breed. Especially in Minas Gerais, home of the Fila Brasileiro breed. We try to follow the legacy left by Dr. Paulo Santos Cruz. We have in CAFIB an “older brother” that we admire and respect. CAFIB is a great confrere. And an example to be followed! This plate was made with all affection and admiration, with the following words: “UNIFILA congratulates CAFIB for the 35 years of preservation, improvement and work in favor of the Fila Brasileiro breed. Amparo, April 7, 2013. Marcus Flávio Vilasboas Moreira – President of UNIFILA.

To conclude my speech, I would like to thank once again all of CAFIB for the love dedicated to the Fila Brasileiro breed. Our sincere thanks and a kiss in the heart of the entire board of CAFIB. Thanks again!

At the end of the words of UNIFILA’s president, Luciano Gavião gave the floor to Francisco Peltier:

3. Chico Peltier’s Words:

Amparo - 13 - Chico

My friends, thank you all very much for being here.

As you know, I’m much better writing than speaking.

So excuse me, but I’ll have to follow my notes here…

Considering that this year CAFIB celebrates its 35th.  anniversary, the CAFIB Board has decided that on various exhibitions throughout the year, this date shall be celebrated and they invited me today to give my testimony about my relationship with CAFIB, especially in the late 70s.

My friends: Thirty-five years have gone by!!

Did you guys know that according to IBGE (Brazilian Institute of Geography and Statistics) 40% of the companies that open, close after the fourth year of existence?  Yeah, very few companies and even fewer clubs, survive so long. Only by providing excellent service.  With a lot of love, dedication, sweat and work… And, in our case, with lots of selection and control, always seeking the preservation of Pure Fila.

Well, I want to make on this important celebration day a public acknowledgement to CAFIB and especially to its founders and early breeders. Without you I would never have made my dream come true of rescuing from extinction and preserving the True Fila Brasileiro Dog.

For those who do not know: in January of 74 I bought my first Fila. It was a Pure female, but prognathic and I did not even know what that meant in terms of breeding… Two months later I bought a “mix-bred fila” called Dumas, who had a beautiful pedigree from the former BKC, but who was in fact 25% Neapolitan Mastin. Two months later I bought Basa, who unfortunately also had 25% of Neapolitan Mastin blood and another beautiful pedigree from BKC…

And so, in this mistaken way, I started my kennel named CAFIBRA…

When my dogs were around 10 months old, I noticed that they were very different among them. Especially the head, so characteristic in the Fila. In mid-1975 I started to listen back in Rio de Janeiro the first comments on the introduction in the Fila Breed of blood mainly of English Mastiff. They said that it was to give a “blood shock”, improve the hindquarters and the Fila Breed as a whole. But, although neither I nor my family had ever bred any animal, i.e., we not had the culture of breeders, to me this did not make any sense at all. To me this was breeding a mestizo or mix-breed, that is breeding a mutt…

Lost over there in Rio, where the Fila became fashionable, miscegenation proliferated and mestizos began to be awarded at BKC`s Exhibitions, I looked for Zito Hermanny, grandson of the founder of Kennel Amazonas, precursor of the Fila in the City of Rio de Janeiro. He ignored the miscegenation, but told me to look for a guy named Paulo Santos Cruz, in Santos-SP. He told me more: — “My grandfather wrote a book that has several chapters on the Fila written by Paulo. This book you only find in used bookstores”. I was lucky, two days after I bought this book and at night I had already read all the chapters written by our dear Dr. Paulo.

For the first time in my life I had read something really consistent about our Fila. I had no doubts. I had to meet this guy. He was the “Man”, the Father of the Fila… I got his phone number, set up a meeting, but he told me right out that he kept out of dog breeding and only kept an old Fila at home. I think he was called Henequem. It was early 1976, but, to make my history short, a few months later I landed at Rua Oswaldo Cruz, 394, in Santos, and found myself not only with Dr. Paulo, but also with “Aunt” Antonieta, his wife and the person who actually administered the very famous Kennel Parnapuan. Actually, as many of the CAFIB’s women here today, they were and still are part of it…. Thanks, girls…

My friends, it is simply impossible to narrate the broad and extensive knowledge of Dr. Paulo on the Fila. I think only someone who was personally with him will be able to understand what he says…  Friends like Airton, Américo, Maciel and Maruyama had the honor of “drinking from this pure fountain of Fila wisdom “… because they were students of our dear Paulo in a course in São Paulo, in 1977 or 78.

The truth is that at this meeting and thanks to Dr. Paulo, the Fila Breed for the first time opened up to me. I came to understand the “The Logic of the Fila” from its self-survival inside the farms up to those days. This man that I thought was a doctor, because he talked about canine anatomy with such fluidity, was in fact a renowned lawyer. Well, in the middle of the conversation he repeated that he was away from dog-breeding, that BKC was a very difficult club for one to breed and judge, as it was full of egos, vanity and interests that often are beyond the Breeds. Since I was already aware of this fact and could not let this genius stay away from the Fila Breed, I showed him several photos of “mestizo Filas”. I think that some even were awarded at Expos of BKC over there in Rio. The images of crossbred with Fila pedigree ran deep in his mind.

He asked me: — “But are they registering this as Fila?”

I answered: — “Yes.”

And, worse, I added in a fulminant way: — “They’ll close the IR (Initial Registration) and I heard that they are even trying to breed and invent the “Black Fila.  This is why your return to the Fila World is imperative and urgent.”

Then he made a remark: — “Yeah, things don’t look too good. I’ll think about it… ”

Well, after that, some of you know this history very well.  Dr. Paulo went back to take care of “his” Fila and along with Airton, Américo, Maciel and Maruyama and other breeders, founded CAFIB in 1.978. Thirty-five years ago…

Well, after this meeting with Dr. Paulo I virtually stopped breeding my mestizos and already in 1976, two years before the establishment of CAFIB, I closed my breeding and kennel, returning my two crossbreds dogs to the kennel where I had bought them. From then on I became a close friend and disciple of Dr. Paulo. I wrote some articles together with him, something of which I am very proud. But I always suggested to him that we should create an independent club from the former BKC (already affiliated in those days to FCI). Airton Campbell recently browsing through my site, read some of my letters with this suggestion written to him still back in 1976, when I was working in New York.

I never expected absolutely anything from BKC, just as I expect nothing from CBKC and from FCI (from Belgium). These clubs could not care less about the Fila. The evidence of this is eternal and incontestable. I’m very sorry for those who still remain affiliated to these clubs where, in my view, breeding Filas is simply impossible, due to miscegenation.

Furthermore, as only later it was realized by Henrique Lucena, president at the time of the former BKC, who, erroneously predicted that CAFIB would not survive the first years of life, the Fila is Brazilian. Our matrices are in our country. We do not need to go abroad to import Filas with pedigree stamped by any FCI or any other notary club. This is the big difference from the Brazilians Fila breeders and the breeders of other breeds in our country. We do not need BKC, CBKC or FCI for anything. We just need competence and knowledge. And this CAFIB has always had. Plenty of it.

I simply turned Lucena’s life into hell with arguments, documents and photos. After all, BKC’s headquarters was just 4 blocks from the headquarters of the company for which I worked there in Rio. Back then everything was easier.

Well, my friends, as I was saying in 1978 CAFIB was founded here in São Paulo, I was working then in London and I read this wonderful news by Brazilian newspaper “O Estado de São Paulo”.  CAFIB’s Old Timers, along with Dr. Paulo, were capable of establishing and maintaining this club for so long, selecting and improving the Pure Fila. And note that Dr. Paulo passed away 23 years ago…

My friends, these facts are part of history and saga of CAFIB.

However, going straight to the point: the knowledge and sagacity of Paulo Santos Cruz were instrumental in the formation of CAFIB but were it not for the work performed with unflagging determination by the founders, leaders, breeders and judges of CAFIB, my ideal and dream of rescuing and preserving the Pure Fila Brasileiro would never have come true. Because of that, I will never get tired of thanking CAFIB and its “warriors”.

Friends, ultimately, were it not for the work of rescue and preservation of the Fila conducted by CAFIB we would have today a type of dog that would be named simply as “Mastim Brasileiro”.  Do we have at CAFIB dogs with problems and deviations? Of course we do. But they are Filas. There are no mestizos. Every breed has bad copies or of lower quality, but they are representatives of this specific breed. They are not mestizos. And as we know, the “mestizo Filas” even if carriers and flashy and awarded pedigrees are set apart from our squad through our CAFIB`s Analysis of Phenotypic and Temperament. Our squad has homogeneity of phenotype and temperament. At CAFIB we have none dog pejoratively called “genetic-salad-Filas, stocky-Filas, toy-Filas, pet-Filas, mastiff-Filas, napo-Filas, black-Filas, giant-Filas, roitt-Filas, blood-Filas or even freak Filas”.

At this point the work of CAFIB was unsurpassed, because besides technically competent, it had as its base and substance to make public in Brazil and abroad, the detrimental situation of miscegenation of the Fila Breed. CAFIB traveled thousands of kilometers throughout Brazil finding and selecting Filas, lecturing, forming judges, performing Analyses of Phenotype and Temperament, conducting Exhibitions, creating the newspaper “The Fila” which had our dear founder and journalist Luis Maciel responsible for it, spreading the Breeding Philosophy of CAFIB and keeping a strict control of the pedigrees issued. Our activities abroad are also the fruit of this work, where 5 exhibitions and lectures are annually performed, primarily in the Czech Republic, Spain and the USA where we have representatives and judges with high technical knowledge.

And, my friends, it was and it still is up to me to disseminate this work and report the Fila crossbreeding and miscegenation… So that other unsuspecting future breeders do not make the mistake I and many others have committed to start breeding “mestizos of Filas”…

However, my friends, this trajectory of CAFIB’s was built not only with hard work, but also with sincerity, honesty, selflessness and transparency and zero vanity. There was no dog trader among CAFIB leaders! The reason for our commitment was only and exclusively our love for the Fila Breed. It is interesting to remember that the common goal of rescuing and breeding the Pure File has brought us all together as if we were old childhood friends. And it is with this same spirit that we meet here today. Our only interest is the Fila, nothing more than that.

Because that’s how CAFIB initially established as a Committee instead of a free Club then connected to BKC, was founded in 1978. But, thank God, also in 1978, we separated from BKC, because even after a number of half-breed complaints, no measure was taken by BKC in favor of the Pure Fila. Neither BKC nor FCI took one single action to determine and suppress the Fila miscegenation.

So, my friends, without CAFIB and its leaders that have donated so much in favor of the Pure Fila, all the work that any of us would play alone would never have reached the success it did without the existence of CAFIB.

My friends, please remember: building is a lot more difficult than destroying, than criticizing and pointing out simple errors and failures. And CAFIB has been building a lot these past 35 years!

Thus, before wrapping up, I would like to thank two people who have never been members of CAFIB, but who embraced our cause and the cause of the Pure Fila as few have done: journalists Paulo Godinho from the “Jornal do Brasil” and Toninho Mendes from newspaper “O Estado de São Paulo”, who disclosed the Breeding Philosophy of CAFIB in such a masterful way. I could not forget also the Spanish breeder, Dutch by birth, Ines Van Damme, who with her two published books and articles has defended and disclosed the Pure Fila and CAFIB a great deal.

Therefore, failing to quote many important names in the history of CAFIB, I can publicly thank once again my friends at CAFIB who were able to materialize this dream of mine in rescuing from extinction and perpetuating the Fila a reality and a victory. These breeders knew how to keep the Fila Pure exactly as we inherited them from Mother Nature

Many thanks to you all.

***********************  End of the Amparo`s 35 years celebration ***********************

Notes:

1. As I have always done with all emails sent in the past, this was also sent primarily to those responsible for FCI (from Belgium) and the CBKC.

2. Translated by Luciana Gomes.

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Post nº 81 – Perguntem ao Tio Chico nº 32 — Ask Uncle Chico # 32 – Mais Fotos: “Fila Puro é CAFIB nº 3” !!! – More photos: Pure Fila is CAFIB !!! – enviado em 15/04/13

Perguntem ao Tio Chico nº 32 — Ask Uncle Chico # 32

Mais Fotos: “Fila Puro é CAFIB nº 3” !!! – More photos: Pure Fila is CAFIB !!!

Meus amigos e amigas, continuando com as nossas respostas…

111. Tio Chico, dando continuidade aos “Perguntem ao Tio Chico nº 27 e nº 30” (vejam clicado em https://filabrasileirochicopeltierblog.wordpress.com/2013/01/30/post-no-72-perguntem-ao-tio-chico-no-27-fila-puro-e-cafib-enviado-em-30-01-13/  e https://filabrasileirochicopeltierblog.wordpress.com/2013/02/14/postno-75-perguntem-ao-tio-chico-no-30-mais-fotos-fila-puro-e-cafib-no-2-enviado-em-14-02-13/ );  eu também não vou perguntar nada. Eu também só vou afirmar: Fila Puro é CAFIB !!! 

Por favor, me envie mais algumas fotos de Filas Puros do CAFIB.

Certamente, amigo. Afinal, o Fila foi resgatado da extinção pelo CAFIB, já que sofreu uma sistemática mestiçagem que lhe foi imposta pelos mestiçadores, por seus seguidores (isto é, os atuais criadores chamados NAM`s = Neo Apologistas da Mestiçagem) e pelos dirigentes de clubes-cartórios que nada fizeram para impedir este crime ecológico.

Amigo, veja abaixo mais fotos:

Elo do Alufam                                                                        Luana do Alufam 

CA CAFIB nº  5204                                                               CA CAFIB nº  5206.

Elo de AlufamLuana de Alufam

 Kaila da Chácara 3 Irmãos                                           Urano São Jose da Lapa

RO CAFIB 3512 – CA CAFIB 4995                            CA CAFIB nº 4561

Kaila da Chácara Três IrmãosUrano São Jose da Lapa

Laika de São José da Lapa.                                               Dama da Chácara Três Irmãos

 CA do CAFIB nº 4401                                                          RO CAFIB 3450 – CA 4607

Laika São Jose da LapaDama da Chácara Três Irmãos

Nota: como sempre fiz com todos os emails que enviei no passado, este também foi encaminhado primeiramente para os responsáveis pela FCI e pelo CBKC.

Note: as I have always done with all emails sent in the past, this was also directed primarily to those responsible for FCI (from Belgium) and the CBKC.

Obrigado a todos,

Chico Peltier.

Post nº 80 – Tio Chico Informa nº 31 – Primeiras comemorações dos 35 anos do CAFIB – Amparo, SP – enviado em 12-04-13

Tio Chico Informa nº 31

Primeiras comemorações dos 35 anos do CAFIB – Amparo, SP – 7 de Abril de 2.013

Note for those who prefer to read in English: because the importance of these celebrations and speeches below, this material is being translated into English and will be sent very soon to around 250 emails abroad, including to the FCI (Belgium) and CBKC and all its staff. It will be also send in English to The Kennel, AKC and to the Spanish FCI.

Amigos e amigas,

Entre a Análise de Fenótipo e Temperamento e a 25ª Exposição de Amparo/SP e a 92ª Exposição Nacional do CAFIB, Caico Amaral agradeceu a presença de todos e chamou ao palco do Haras Hipocampo, Luciano Gavião, presidente do CAFIB e Francisco Peltier, Conselheiro do CAFIB.

1. Palavras proferidas por Luciano Gavião:

 Amparo - 13 - Luciano n. 2

Boa tarde senhoras e senhores presentes, associados e criadores.

Assumo agora a Presidência da CAFIB, com muito orgulho e satisfação.

Procurarei ser o mais responsável possível e prometo seguir todas as regras e normas ditadas pelo CAFIB.

Agradeço aqueles que em mim confiaram, me elegendo para o próximo triênio.

Conto com a ajuda de toda a Diretoria nesta empreitada, como também da colaboração de todos os associados e criadores do FILA PURO.

Somos uma equipe de voluntários, em defesa do FILA PURO.

Com a colaboração e compreensão dos sócios e criadores, respeitando a Filosofia de Criação do CAFIB, nosso trabalho fluirá com rapidez e transparência.

Espero que com o apoio de todos, possamos juntos dignificar a nossa raça, o nosso Cão Fila Brasileiro.

A nossa responsabilidade é muito grande, pois jamais poderemos perder este patrimônio genético desta fantástica raça canina, do nosso querido Fila Brasileiro.

O momento atual é muito importante, não só para a raça, mas também para a CAFIB.

Neste ano estamos celebrando 35 anos de trabalho árduo em prol da raça, através da constante seleção e aprimoramento do Fila Brasileiro.

O FILA PURO, hoje, só existe em função deste trabalho realizado há 35 anos pelo CAFIB.

Oportunamente agradeço os fundadores da CAFIB, que abraçaram inicialmente esta causa, como o Dr. Paulo Santos Cruz e sua esposa Dona Antonieta, o Luiz Maciel, o Airton Campbell, o Américo Cardoso e o Roberto Maruyama .

Agradeço também a todos os criadores que acreditaram nesta proposta da PUREZA RACIAL levantada pelo CAFIB.

Agradeço ao meu amigo Francisco Peltier, como o precursor na divulgação e na denuncia da mestiçagem, além de ter sido um dos idealizadores do CAFIB. Ele é hoje intitulado por nós como o ” PAI DO CAFIB ” .

Também lembramos e agradecemos o trabalho feito fora do Brasil, principalmente com a ajuda de Jan Kubesa da República Tcheca, de Jaime Perez da Espanha, do Daniel Balsas do Uruguai e de Linda Maggio nos USA.

Agradeço ao Clube coirmão, que luta com o mesmo objetivo nosso da pureza racial, contra a mestiçagem, que é a UNIFILA, aqui representada pelo seu Presidente Marcus Flávio Vilasboas Moreira.

Por ultimo, quero terminar, dizendo a todos, que continuem lutando em defesa do nosso FILA PURO. Obrigado.

Ao terminar, Luciano Gavião chamou ao palco Marcus Vilasboas Moreira, presidente da UNIFILA que proferiu as seguintes palavras em homenagem ao CAFIB, alem de nos presentear com uma linda placa:

2. Palavras proferidas por Marcus Vilasboas Moreira:

Amparo - 13 - Marcus - n. 2

Eu e o Paulo Augusto (Monteiro de Moura), representando toda a diretoria e criadores da UNIFILA, gostaríamos de agradecer a todos do CAFIB pela linda história de amor e luta em defesa da raça Fila Brasileiro. Sabemos que a raça Fila Brasileiro continua pura, viva e intacta, graças ao CAFIB que nesses 35 anos de existência lutou bravamente contra a mestiçagem.
O nosso Fila Brasileiro, patrimônio genético brasileiro, sobreviveu aos tempos, graças ao trabalho realizado pelo CAFIB em prol da pureza da raça. Se o Fila Brasileiro puro ainda existe devemos ao CAFIB!
A UNIFILA – União de Criadores e Selecionadores do Fila Brasileiro, nesses 12 anos de existência, também faz um excelente trabalho de seleção e melhoramento genético da raça. Principalmente em Minas Gerais, berço da raça Fila Brasileiro. Procuramos seguir o legado deixado pelo Dr. Paulo Santos Cruz. Temos no CAFIB, um “irmão mais velho” que tanto admiramos e respeitamos. O CAFIB é um grande coirmão. E um exemplo a ser seguido!
Para registrar esse momento especial em que comemoramos os 35 anos do CAFIB, nós da diretoria da UNIFILA, trouxemos uma placa para homenagear e agradecer. Esta placa foi feita com todo carinho e admiração, tendo os seguintes dizeres: “A UNIFILA parabeniza o CAFIB pelos 35 anos de preservação, aprimoramento e trabalho em prol da raça Fila Brasileiro”.
Amparo, 07 de Abril de 2013. Marcus Flávio Vilasboas Moreira – Presidente da UNIFILA.
Para finalizar o meu discurso, gostaria de agradecer mais uma vez, a todos do CAFIB, pelo amor dedicado a raça Fila Brasileiro. Nossos sinceros agradecimentos e um beijo no coração de toda diretoria do CAFIB. Nosso muito obrigado!

Ao termino das palavras do presidente da UNIFILA, Luciano Gavião passou a palavra a Francisco Peltier:

3. Palavras proferidas por Chico Peltier:

Amparo - 13 - Chico

Meus amigos e amigas, muito obrigado pela presença de todos voces.

Como voces sabem, eu sou bem melhor escrevendo do que falando.

Assim me desculpem, mas eu vou ter que me guiar aqui pelos meus apontamentos…

Tendo em vista que este ano o CAFIB comemora seus 35 anos de fundação, a Diretoria do CAFIB resolveu que em diversas exposições ao longo deste ano, este aniversário será comemorado e me convidaram para hoje dar meu depoimento sobre o meu relacionamento com o CAFIB, principalmente no final da década de 70.

Meus amigos: e lá se vão 35 anos !!!

Voces sabiam que segundo o IBGE 40% das empresas que abrem, fecham antes do quarto ano de existência?  Pois é, muito poucas empresas e, menos ainda, clubes sobrevivem tanto tempo. Só mesmo prestando um excelente serviço.  Com muito amor, dedicação, suor e trabalho… E, no nosso caso, com muita seleção e controle, sempre em busca da preservação do Fila Puro.

Pois bem, eu desejo fazer neste dia de comemoração tão importante um agradecimento público ao CAFIB e, principalmente, aos seus fundadores e primeiros criadores. Sem voces eu jamais teria realizado meu sonho de resgatar da extinção e preservar o Verdadeiro Cão de Fila Brasileiro.

Para quem não sabe: em Janeiro de 74 eu comprei minha primeira Fila. Era uma fêmea Pura, mas prognata e eu nem sabia o que isto queria dizer em termos de criação… Dois meses depois comprei um “fila-mestiço” chamado Dumas, que possuía um lindo pedigree do então BKC, mas que era de fato 25% Mastin Napolitano. Dois meses depois comprei a Basa, que infelizmente também tinha 25% de sangue de Mastin Napolitano e mais um lindo pedigree do BKC…

E assim, desta forma equivocada, se iniciou o meu Canil CAFIBRA…

Quando os meus cães estavam por volta dos 10 meses, eu notava que eles eram bem diferentes entre si. Principalmente a cabeça, tão característica no Fila. Em meados de 1.975 comecei a escutar lá no Rio de Janeiro os primeiros comentários sobre a introdução na Raça Fila de sangue principalmente de Mastiff Inglês. Diziam que era para dar um “choque sanguíneo”, melhorar o trem posterior e a Raça como um todo. Mas, apesar de eu nem minha família termos jamais criado algum animal, isto é, não termos a cultura de criadores, para mim isto não fazia sentido. Isto para mim era criar mestiço, ou seja, criar vira-lata…

Perdido lá no Rio, onde o Fila virava moda, a mestiçagem proliferava e mestiços começavam a ser premiados em Exposição, procurei Zito Hermanny, neto do fundador do Canil Amazonas, precursor do Fila na Cidade do Rio de Janeiro. Ele desconhecia a mestiçagem, mas me disse para procurar um tal de Paulo Santos Cruz, em Santos-SP. Ele me disse mais: “meu avo escreveu um livro que tem vários capítulos sobre o Fila escrito pelo Paulo. Este livro voce só encontra em sebos”. Dei sorte, dois dias depois comprei este livro e de noite já tinha lido todos os capítulos escritos pelo nosso querido Dr. Paulo.

Pela primeira vez em minha vida tinha lido algo realmente consistente sobre o nosso Fila. Não tive dúvidas. Eu tinha que me encontrar com este cara. Ele era  “O Cara”, o Pai do Fila… Consegui o telefone dele, marquei um encontro, mas ele me disse logo no início que tinha se afastado da cinofilia e apenas mantinha um velho Fila em casa. Acho que se chamava Henequem. Era inicio de 1.976, mas, para encurtar minha história, poucos meses depois eu desembarcava na Rua Oswaldo Cruz, 394, em Santos, e fiquei diante não só do Dr. Paulo como também da Tia Antonieta, sua esposa e pessoa que realmente administrava o Canil Parnapuan. Alias como muitas das mulheres do CAFIB aqui presentes fizeram e ainda fazem… Obrigado, meninas…

Meus amigos, é simplesmente impossível narrar o amplo e vasto conhecimento do Dr. Paulo sobre o Fila. Penso que só quem esteve pessoalmente com ele conseguirá compreender o que afirmo…  Amigos como Airton, Américo, Maciel e Maruyama tiveram a honra de “beber nesta fonte”…, pois foram alunos do nosso querido Paulo num curso em São Paulo, em 1.977 ou 78. A verdade é que neste encontro e graças ao Dr. Paulo, a Raça Fila pela primeira vez se descortinou para mim. Eu passei a entender a “Lógica do Fila” desde sua auto sobrevivência no interior das fazendas até aqueles dias. Este homem que eu pensava ser médico, pois dissertava sobre anatomia canina com tanta fluidez, era de fato um renomado advogado. Bem, no meio da conversa ele repetiu que estava afastado da cinofilia, que o BKC era um clube muito difícil para se criar e julgar; pois era repleto de egos, vaidades e interesses que muitas vezes passavam bem longe das Raças. Como eu já tinha conhecimento deste fato e não poderia deixar esta sumidade afastada da Raça Fila, mostrei para ele várias fotos de “filas-mestiços”. Acho que alguns até sendo premiados em Expos do BKC lá no Rio. As imagens dos mestiços com pedigree de Fila calaram fundo em sua mente.

Ele me perguntou: — “Mas estão registrando isto como Fila?”.

Respondi: — “Sim”.

E, pior, acrescentei de forma fulminante: — “Vão fechar o RI (Registro Inicial) e ouvi dizer até que estão tentando criar e inventar o fila-preto. É por isto tudo que sua volta é imprescindível e urgente!”.

Ai ele comentou: — “É, tá feia a coisa. Vou pensar… ”

Pois bem, daí em diante alguns de voces conhecem muito bem esta história. O Velho Paulo voltou para cuidar do “seu” Fila e juntamente com Airton, Americo, Maciel e Maruyama e outros criadores fundaram o CAFIB em 1.978. Trinta e cinco anos atrás…

Bem, depois deste encontro com o Dr. Paulo eu praticamente parei de criar meus mestiços e já em 1.976, dois anos antes da criação do CAFIB, encerrei minha criação, devolvendo meus dois mestiços para o canil de onde os havia comprado. Daí em diante eu me tornei um grande amigo e discípulo do Dr. Paulo. Escrevi alguns artigos em dobradinha com ele, o que muito me orgulha. Mas eu sempre sugeria para ele que deveríamos criar um clube independente do então BKC. Airton Campbell navegando recentemente pelo meu site leu alguma de minhas cartas com esta sugestão escritas para ele ainda em 1.976, quando eu trabalhava em New York.

Eu nunca esperei absolutamente nada do BKC, assim como nada espero do CBKC e da FCI da Bélgica. Estes clubes não dão a menor importância para o Fila. As provas deste eterno desprezo são irrefutáveis. Sinto muito por aqueles que ainda se mantém filiados a estes clubes onde, no meu entender, criar Fila é simplesmente impossível, devido à mestiçagem.

Alem disto, como somente mais tarde realizou Henrique Lucena, presidente na época do BKC, que previu erradamente que o CAFIB não resistiria aos primeiros anos de vida, o Fila é brasileiro. Nossas matrizes encontram-se em nosso país. Não precisamos ir ao exterior importar Cães de Fila com pedigree carimbado pelo cartório FCI. Esta é a grande diferença dos criadores de Fila do Brasil dos criadores de outras Raças em nosso país. Não precisamos de BKC, CBKC ou FCI para nada. Basta termos competência e conhecimento. E isto o CAFIB sempre teve. De sobra.

Eu simplesmente infernizava o Lucena com argumentos, documentos e fotos. Afinal a sede do BKC ficava a apenas 4 quarteirões da sede da empresa para a qual eu trabalhava lá no Rio… Naquela época tudo era mais fácil.

Bem, meus amigos, como eu ia dizendo, em 1.978 o CAFIB foi fundado aqui em São Paulo, eu trabalhava em Londres e fiquei sabendo desta maravilhosa noticia pelo jornal Estadão. A Velha Guarda do CAFIB juntamente com o Dr. Paulo foram capazes de criar e manter este clube por tanto tempo, selecionando e aprimorando a Raça Fila Pura. E vejam que o Dr. Paulo já faleceu ha 23 anos…

Meus amigos, estes fatos fazem parte da historia e saga do CAFIB.

Entretanto, indo direto ao ponto: o conhecimento e saber de Paulo Santos Cruz foram fundamentais para a formação do CAFIB mas, não fosse o  trabalho realizado com a determinação incansável pelos fundadores, dirigentes, criadores e juízes do  CAFIB, meu ideal e sonho de resgatar e preservar o Cão de Fila Brasileiro Puro jamais teria sido alcançado. Por isto não me canso de agradecer ao CAFIB e seus guerreiros.

Amigos e amigas, em última análise, não fosse o trabalho de resgate e preservação do Fila realizado pelo CAFIB, teríamos hoje tão somente um tipo de cão que se denominaria Mastim Brasileiro. Temos no CAFIB cães com problemas e desvios? Claro que temos. Mas são Filas. Não são mestiços. Toda Raça possui exemplares ruins ou de menor qualidade, mas são representantes desta especifica Raça. Não são mestiços. E, como sabemos, os “filas-mestiços”, mesmo que portadores de vistosos e premiados pedigrees são afastados de nosso plantel por meio da nossa Análise. Nosso plantel possui homogeneidade de fenótipo e de temperamento. Nós não temos no CAFIB os conhecidos “fila-salada-genética, fila-atarracado, fila-toy, fila-pet, mastifila, napofila, fila-preto, fila-gigante, roitt-fila, blood-fila ou até o fila-aberração”.

Neste ponto o trabalho do CAFIB foi insuperável, pois, além de competente tecnicamente, teve base e substância para tornar público no Brasil e no exterior a danosa situação da mestiçagem na Raça Fila. O CAFIB percorreu milhares de quilômetros por este Brasil afora descobrindo e selecionando Filas, dando palestras, formando juízes, realizando Análises de Fenótipo e Temperamento, realizando Exposições, criando o Jornal “O Fila” que tinha como responsável o nosso querido Maciel, difundindo a Filosofia de Criação do CAFIB e mantendo um rígido controle dos pedigrees emitidos. Nossa atuação no exterior também é fruto deste trabalho, onde são realisadas anualmente 5 exposições e palestras principalmente na Republica Tcheca, Espanha e USA onde possuímos representantes e juízes com alto conhecimento técnico.

E a mim, meus amigos, cabia e cabe divulgar este trabalho e denunciar a mestiçagem… Para que outros futuros criadores incautos não cometam o erro que eu e tanto outros cometemos de iniciar uma criação com “filas-mestiços”…

Entretanto, amigos, esta trajetória do CAFIB foi construída não só com muito trabalho, mas também com sinceridade, honestidade, desprendimento e transparência e zero de vaidade.  Não havia entre os dirigentes do CAFIB um só comerciante de cães! A razão de nosso empenho era apenas e unicamente nosso amor pela Raça Fila. É interessante lembrar que o objetivo comum de resgatar e criar o Fila Puro nos aproximou a todos como se fôssemos velhos amigos de infância. E é com este mesmo espírito que nos encontramos até hoje. Nosso único interesse é o Fila, nada mais do que isto.

Pois foi assim que o CAFIB, inicialmente criado como Comissão de Aprimoramento do Fila Brasileiro, ligado ao então BKC, foi fundado em 1.978. Mas graças a Deus, ainda neste mesmo ano, nos desligamos do BKC, pois mesmo após fazermos diversas denúncias de mestiçagem, nenhuma atitude foi tomada pelo BKC em defesa do Fila Puro. Nem o BKC nem a FCI fizeram uma só diligencia para apurara e reprimir a mestiçagem.

Sendo assim, meus amigos, sem o CAFIB e seus dirigentes, que tanto se doaram em prol do Fila Puro, todo o trabalho que qualquer um de nós viesse a desempenhar isoladamente não teria jamais logrado o êxito alcançado,  sem a existência do CAFIB.

Meus amigos e minhas amigas, por favor, lembrem-se: construir é muito mais difícil do que destruir, do que criticar e do que apontar simples erros e falhas. E o CAFIB vem construindo muito nestes últimos 35 anos!!!

Desta forma, antes de terminar, gostaria de agradecer a duas pessoas que jamais foram membros do CAFIB, mas que abraçaram nossa causa e a causa do Fila Puro como poucos: os jornalistas Paulo Godinho do Jornal do Brasil e Toninho Mendes do Jornal O Estado de São Paulo, que divulgaram a Filosofia de Criação do CAFIB de forma magistral. Não poderia esquecer ainda da criadora espanhola, holandesa de nascimento, Ines Van Damme, que com seus dois livros e artigos muito divulgou e defendeu o Fila Puro e o CAFIB.

Sendo assim, sem citar tantos nomes importantes na história do CAFIB, só me resta agradecer mais uma vez de público aos meus amigos do CAFIB que foram capazes de tornar este meu sonho de resgatar da extinção e de perpetuar a Raça Fila uma realidade e uma vitória. Estes criadores souberam manter o Fila Puro tal qual herdamos da Mãe Natureza.

Muito obrigado a todos  voces.

Amparo, 7/04/13 – Tio Chico.

Nota: como sempre fiz com todos os emails que enviei no passado, este email também foi encaminhado primeiramente para os responsáveis pela FCI e pelo CBKC.